Eleições de Junho

Fernando Nobre é candidato do PSD à presidência da Assembleia República

Fernando Nobre obteve 14 por cento dos votos nas últimas presidenciais
Foto
Fernando Nobre obteve 14 por cento dos votos nas últimas presidenciais Pedro Cunha

Fernando Nobre, presidente da AMI, será o cabeça-de-lista por Lisboa do PSD e será indigitado presidente da Assembleia da República se o partido ganhar as eleições.

O presidente da AMI aceitou um convite feito pelo líder nacional dos social-democratas, Pedro Passos Coelho, assumindo também o compromisso de ser o candidato por este partido à presidência da Assembleia da República.

O ex-candidato a Presidente da República, que teve cerca de 14 por cento nas últimas eleições, em Janeiro passado, divulgou um comunicado no Facebook a justificar a candidatura. “Depois da minha candidatura presidencial e da caminhada que comigo fizeram milhares de portugueses, muitos desiludidos com a política e sequiosos de encontrar uma alternativa de cidadania, não foi simples nem óbvio para mim encontrar a resposta justa e assertiva ao desejo que o dr. Pedro Passos Coelho me colocou”, escreveu.

Nobre diz acreditar nas intenções de Passos Coelho e no modelo idealizado para desbloquear o sistema político, que “hoje está desfasado do país e da vida dos portugueses”, diz. “Sei que poderei ser alvo de muitas incompreensões, de outras tantas críticas e até do desprezo de muitos, mas o que me determinou foi a convicção de que poderei servir o meu país e ser útil a Portugal.”

Com a indicação deste independente, o PSD de Passos Coelho pretende dar um sinal de abertura à sociedade civil e à cidadania.

“Tenho a honra de anunciar que recebi há momentos a confirmação do dr. Fernando Nobre de que aceita o convite que lhe dirigi para ser, na próxima legislatura, o candidato do PSD a presidente da Assembleia da República. Desta forma o Dr. Fernando Nobre aceita integrar, como independente, as listas de candidatos a deputados do PSD, encabeçando a lista pelo distrito de Lisboa”, confirmou Pedro Passos Coelho na sua página no Facebook

O líder do PSD justifica a escolha do ex-candidato à Presidência da República argumentando que os resultados que Nobre conseguiu nas últimas eleições mostram que “existe um segmento expressivo de portugueses que acreditam na capacidade de regeneração da política”.

Nascido em Luanda em 1951, Fernando Nobre veio em 1985 para Portugal, país das suas origens paternas. É doutorado em Medicina pela Universidade Livre de Bruxelas, onde foi Assistente das cadeiras de Anatomia e Embriologia e especialista em Cirurgia Geral e Urologia. É fundador da associação humanitária AMI.

Notícia actualizada às 17h42