Liga

Golo tardio de João Paulo tira Sporting do pódio

O V. Guimarães empatou já na compensação
Foto
O V. Guimarães empatou já na compensação nFactos/Pedro Lima

José Couceiro terá pensado por largos minutos que ia conseguir o primeiro triunfo fora à frente do Sporting. Uma excelente primeira meia hora tinha colocado a sua equipa em vantagem, mas um golo do Vitória de Guimarães, em tempo de descontos, deitou por terra essa ambição (empate 1-1) e tirou a formação “leonina” do pódio do campeonato.

O triunfo conseguido na véspera pelo Sporting de Braga em Aveiro tinha colocado pressão extra sobre a equipa lisboeta, que pareceu responder bem à necessidade de vencer para manter o terceiro lugar. Com Matías Fernández a assinar uma boa exibição, comandando sempre o jogo ofensivo, o Sporting chegou desde muito cedo perto da baliza adversária. Postiga (5’ e 10’) e Yannick, num lance em que surge isolado aos 13 minutos, puseram à prova o guarda-redes Nilson.

O Sporting começava a mostrar a sua face mais perdulária, não conseguindo materializar a superioridade. E foi de penálti que conseguiu chegar à vantagem. A equipa de arbitragem castigou uma carga de Bruno Teles sobre Postiga, num lance em que o defesa vitoriano toca na bola antes de derrubar o atacante. O castigo, assinalado pelo árbitro auxiliar e muito contestado pela equipa da casa, foi convertido por Matías.

O técnico do Vitória, Manuel Machado, percebeu que tinha uma equipa demasiado curta em campo e trocou João Pedro pelo goleador Edgar. Os vimaranenses melhoraram e podiam ter chegado ao empate antes do intervalo. Primeiro foi Toscano, num remate de fora da área, a obrigar Rui Patrício a defesa incompleta, aos 44’. Já em tempo de compensação, Jorge Ribeiro, de livre, atirou à barra da baliza sportinguista.

Após o intervalo, o Vitória intensificou o assédio à baliza de Rui Patrício. Toscano, em dois remates consecutivos (58’ e 59’), deu o aviso, mas, apesar do ascendente, os vimaranenses nunca foram capazes de criar situações de golo. O Sporting, quando conseguia sacudir a pressão, chegava com perigo à baliza de Nilson, mas falhava na concretização.

Em duas boas oportunidades, sempre em contra-ataque, Yannick (61’) e Vukcevic (65’) não conseguiram fazer golo. Pelo meio, João Paulo perde uma oportunidade soberana, num livre em que surge em boa posição dentro da área. O perigo continuou a rondar a baliza “leonina”, mas os vimaranenses não encontravam o caminho do golo. E, já em tempo de compensação, o Sporting até podia ter sentenciado o jogo. Yannick falhou à boca da baliza um desvio a um cruzamento de Evaldo. Na resposta, o Vitória chegou ao golo, através de João Paulo, que naquele momento já assumia o papel de avançado. Um golo que premeia o Guimarães, mas também o Braga, que assume o terceiro lugar da Liga.

Ficha de jogo

Vitória de Guimarães 1
Sporting 1

Jogo no Estádio D. Afonso Henriques. Assistência 25.531 espectadores.

V. Guimarães

Nilson 6, Alex 5, João Paulo 6, Freire 5, Bruno Teles 5, Cléber 5, João Pedro 3 (Edgar 5, 29’), Jorge Ribeiro 6 (Faouzi 3, 75’), João Ribeiro 6 (Rui Miguel 4, 46’), Targino 5 e Toscano 6. Treinador Manuel Machado

Sporting

Rui Patrício 5, Abel 5, Polga 4, Torsiglieri 4, Evaldo 5, Carriço 4, Zapater 5, Matias Fernandez 7 (William -, 90’), Vuckevic 5 (Valdés 4, 68’), Yannick 5 e Hélder Postiga 6 (Carlos Saleiro 4, 83’). Treinador José Couceiro

Árbitro

João Capela 3, de Lisboa. Amarelos Bruno Teles (21’), Targino (39’), Carriço (45+1’), Polga (45+3’), Matias Fernandez (50’) e Jorge Ribeiro (72’).

Golos

0-1, por Matias Fernandez, 22’ (g. p.)


1-1, por João Paulo, aos 90+3’.


Notícia actualizada às 23h59