Futebol

Gilberto Madaíl falha reeleição para o comité executivo da UEFA

Madaíl não foi reeleito para o comité executivo da UEFA
Foto
Madaíl não foi reeleito para o comité executivo da UEFA Foto: Miriam Lago

O presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Gilberto Madaíl, não conseguiu a reeleição para o comité executivo da UEFA, durante o congresso ordinário de Paris.

Madaíl, que integrava a lista de 13 candidatos aos sete lugares disponíveis para o comité executivo da UEFA, era um dos seis membros do actual elenco que avançavam com uma recandidatura.

O presidente da FPF recolheu 17 e dez votos nas duas voltas da eleição, quando necessitava de 27 na primeira ronda ou da maioria simples dos 53 boletins na segunda.

O dirigente explicou o facto de não ter sido reeleito com a “má imagem do futebol português”. Recusando fazer “outros comentários”, Gilberto Madaíl sublinhou, porém, que abandona o comité executivo da UEFA “com a consciência do muito trabalho feito” em prol do organismo europeu.

“Foi uma eleição muito disputada, com 13 candidatos para sete lugares, a maior parte dos quais representando os chamados países de Leste, que têm assumido cada vez mais preponderância no futebol Europeu”, disse Gilberto Madaíl em declarações reproduzidas pelo “site” oficial da Federação.

“Vou continuar a desempenhar funções na UEFA, nomeadamente no Comité das Competições de Selecções do qual sou presidente e no Comité do Futebol Jovem e Amador do qual sou vice-presidente mas, para já, a minha grande preocupação é resolver definitivamente a questão dos estatutos da FPF”, concluiu Madaíl.

Na mesma reunião, Michel Platini foi eleito por “aclamação” como presidente do organismo que rege o futebol europeu.

Notícia actualizada às 15h38