Selecção

Paulo Bento: “Comigo não haverá pedidos para naturalizar quem quer que seja”

Para Paulo Bento, o excesso de estrangeiros é um problema
Foto
Para Paulo Bento, o excesso de estrangeiros é um problema Miguel Manso (arquivo)

O seleccionador nacional de futebol, Paulo Bento, mostrou-se contra a naturalização de jogadores e argumentou que o “excesso de estrangeiros é um problema”.

“Comigo não haverá pedidos para naturalizar quem quer que seja. Vamos tentar aumentar o mais possível o leque de observação. Tentar criar uma estabilidade e continuidade, mas ao mesmo tempo ver outros jogadores. O excesso de estrangeiros é um problema do futebol português. Faltam oportunidades para os jovens”, disse Paulo Bento, em entrevista à TVI.

O seleccionador negou ainda que tenha feito qualquer acordo com José Mourinho para que Cristiano Ronaldo jogasse apenas 60 minutos frente à Argentina. “Não faço acordos desse tipo. Não falei com nenhum treinador acerca de nenhum jogador”, respondeu o técnico, deixando uma pergunta no ar: “Se o Messi saísse aos 45 minutos, eu tinha de tirar o Ronaldo?”

Na entrevista à TVI, Paulo Bento mostrou-se ainda agradado com o seu trabalho à frente da selecção e salientou o desejo de criar uma ligação positiva com os adeptos.