Futebol

Mourinho: “Real Madrid não está estruturado para a dimensão que tem”

Mourinho diz que não é provocar: "O mundo é que é hipócrita"
Foto
Mourinho diz que não é provocar: "O mundo é que é hipócrita" Felix Ordonez/Reuters

José Mourinho completa 48 anos nesta quarta-feira e concedeu uma entrevista ao jornal “O Jogo”, em que deixa algumas críticas ao Real Madrid, elogia Pinto da Costa e assume o desejo de regressar um dia a Inglaterra.

“O Real Madrid é um desafio difícil porque, na minha opinião de observador - apesar de viver o clube por dentro há meia dúzia de meses, continuo a ser um observador -, é um clube que não está estruturado para a dimensão de que dispõe”, afirmou Mourinho, considerando mesmo que há um “défices na empatia funcional”.

Mourinho negou ainda ter algum conflito latente com Jorge Valdano, director-geral do Real Madrid: “Não tenho guerras surdas com ninguém. O que tenho a dizer, digo sempre. E as minhas guerras, quando existem, são guerras abertas e declaradas.”

O treinador português recusou ainda sentir algum gosto especial em ser polémico: “Não sou eu o provocador. O mundo é que é hipócrita.”

Numa entrevista em que assume que nesta época terá de se virar para a Champions e garante que no futuro vai regressar a Inglaterra (“é destino obrigatório para mim”), Mourinho falou também sobre o futebol português, apesar de admitir que tem seguido “pouco” o campeonato desta época.

Elogiou Pinto da Costa (“enquanto estive no Porto, foi o presidente perfeito para mim”), disse que é fácil ganhar o campeonato no FC Porto (“basta construir uma boa equipa e ter bons jogadores. A estrutura é boa, o clube é muito solidário, dá óptimas condições para que se tenha o objectivo de ganhar") e foi parco em palavras sobre André Villas-Boas, treinador portista e seu ex-colaborador: “Face à época que está a fazer… está a fazer bem. Não quero dizer nada mais.”