Departamento de Oceanografia e Pescas

Universidade dos Açores participa em iniciativa internacional de preservação do mar profundo

A iniciativa quer identificar áreas oceânicas internacionais importantes para a biodiversidade
Foto
A iniciativa quer identificar áreas oceânicas internacionais importantes para a biodiversidade Pedro Cunha

O Departamento de Oceanografia e Pescas (DOP) da Universidade dos Açores entrou como parceiro na Global Ocean Biodiversity Iniciative (GOBI), um projecto internacional destinado à criação de bases científicas para preservação da biodiversidade do mar profundo.

Segundo anunciou hoje fonte universitária, o departamento da academia açoriana que se dedica à pesquisa marinha passou a ser o 19.º parceiro de uma iniciativa criada em 2008 para apoiar países de organizações globais ou regionais na identificação de áreas oceânicas internacionais (sem jurisdição nacional) com interesse relevante em matéria de preservação da diversidade biológica.

Ao considerar a entrada do departamento na iniciativa um “passo notável no seu reconhecimento internacional”, a universidade açoriana sublinha que o projecto envolve organização globais como a União Internacional para a Conservação da Natureza, a World Conservation Monitoring Center e o Ocean Biogeographic Information System e de nacionais e regionais, nomeadamente a German Federal Agenty for Nature Conservation e o Marine Geospatial Ecology Lab of Duke University.