Declarações

BCE pressionou Irlanda e agora pressiona Portugal a aceitar ajuda, diz ministro irlandês

Foto: Kai Pfaffenbach/Reuters
Foto
Foto: Kai Pfaffenbach/Reuters

Os responsáveis do Banco Central Europeu tentaram forçar a Irlanda a aceitar ajuda financeira externa no princípio deste mês e agora estão a fazer o mesmo com Portugal, disse o ministro da Justiça irlandês.

“Claramente, foram pessoas fora deste país que estavam a tentar, no princípio deste mês, empurrar-nos, enquanto Estado soberano, para fazer um pedido de empréstimo, atirar a toalha antes sequer de considerarmos isso, enquanto Governo”, disse Dermot Ahern numa entrevista à televisão RTE, citada pela Bloomberg. “E se repararem, estão a fazer agora o mesmo com Portugal”, acrescentou o ministro da Justiça irlandês.

Questionado sobre de onde vieram as pressões, respondeu que “obviamente eram pessoas dentro do BCE”. Questionado pela Bloomberg, um porta-voz da instituição sedeada em Frankfurt escusou-se a comentar.

A intenção do banco central de retirar os estímulos à recuperação económica no bloco de 16 países que usam o euro está a ser dificultada pela degradação da crise orçamental na periferia deste bloco, que inclui países como a Irlanda, Portugal, Espanha e Itália.

A Irlanda aceitou há pouco mais de uma semana uma ajuda internacional da União Europeia e do Fundo Monetário Internacional no valor de 85 mil milhões de euros.