Merkel diz que há um risco “excepcionalmente sério” de outros países pedirem ajuda

Foto: Thomas Peter/Reuters
Foto
Foto: Thomas Peter/Reuters

A chanceler alemã afirmou hoje que a probabilidade de haver mais resgates na zona euro é “séria”, noticia a Bloomberg.

A partir de Berlim, Merkel afirmou que, apesar de “não querer pintar um quadro dramático”, há um ano atrás seria difícil “imaginar o debate” que está a ocorrer, actualmente, na Europa.

De acordo com a Bloomberg, a chanceler alemã afirmou ainda que há um risco “excepcionalmente sério” de outros países pedirem ajuda, sem especificar a que países se referia, mas sublinhou que o papel da Alemanha continua a ser “exigir medidas rígidas, mas também dar apoio claro ao euro”.

Contrariando o que tem sido defendido por vários responsáveis europeus, Merkel veio, assim, reforçar os receios dos mercados, relativamente ao risco de contágio de outros países, perante a crise económica e política na Irlanda, que teve de pedir ajuda financeira.