Museu subaquático de Cancún está (quase) finalizado

Foto

A maior colecção de arte subaquática está finalmente completa. No fundo do mar da ilha das Mulheres (Cancún, México), já foram instaladas 400 esculturas em tamanho real que formam agora o mais vasto e criativo recife artificial, à medida que a vida marítima se vai adaptando às "estranhas" formas. Resumidamente, a tarefa levou 18 meses, 120 toneladas de cimento, areia e gravilha, 3800m de fibra de vidro, 400kg de silicone e 120 horas de trabalho dentro de água. O conjunto foi baptizado pelo artista Jason deCaires Taylor, responsável por outros projectos artísticos subaquáticos, na Grécia ou Reino Unido, de The Silent Evolution (A Evolução Silenciosa). Caires Taylor mostra-se entusiasmado com o resultado, mas ressalva que "esta instalação não está de forma alguma finalizada, estando a segunda fase dependente dos artistas naturais do mar para que a cuidem, desenvolvam e apliquem [sobre elas] a pátina da vida". C.B.R.

www.underwatersculpture.com