1922-2010

Morreu a actriz Mariana Rey Monteiro

Mariana Rey Monteiro (fotografada em 2003) estava afastada do público há algum tempo
Foto
Mariana Rey Monteiro (fotografada em 2003) estava afastada do público há algum tempo Foto: Daniel Rocha/arquivo

A actriz Mariana Rey Monteiro, que estava afastada dos palcos já há algum tempo, morreu ontem, aos 87 anos, disse à agência Lusa uma neta da actriz. O actor Ruy de Carvalho afirmou que Mariana Rey Monteiro "tinha alguns problemas" de saúde, nomeadamente "de vista e artroses", motivo pelo qual "já estava afastada [do público] há algum tempo". Ruy de Carvalho lamentou a perda de "uma grande senhora, uma grande actriz e uma grande amiga", que disse recordar "com muita saudade".

Nascida em 1922, em Lisboa, filha de Amélia Rey Colaço e Robles Monteiro, Mariana Rey Monteiro desde cedo se sentiu atraída pelo teatro. Depois de alguns recitais de poesia feitos em Sevilha e em Lisboa, estreou-se no Teatro Nacional D. Maria, em 1946, na peça Antígona, de Sófocles. A peça foi montada pela Companhia Robles Monteiro, que era propriedade dos seus pais.

Mariana Rey Monteiro veio a representar papéis de destaque em inúmeras peças, merecendo grandes aplausos do público e elogiosas referências da crítica. Em 1962, pela sua prestação no filme Um Dia de Vida, recebeu o Óscar da Imprensa.

Na televisão, tornou-se conhecida do grande público em séries como Gente Fina é Outra Coisa (1983), onde trabalhou ao lado da mãe e em telenovelas como Vila Faia (1983), onde desempenhou a personagem de Dona Ifigénia, Cinzas (1993), Vidas de Sal (1996) e Roseira Brava (1996).

Em 1996, foi agraciada pelo Presidente da República Jorge Sampaio com o grau de Grande Oficial da Ordem de Sant"Iago da Espada.

Mariana Rey Monteiro era casada com o arquitecto Emílio Gomes Lino (1916-1958), com quem teve três filhos: Manuel Caetano (1948), Francisco Alexandre (1949) e Maria Rita (1952).

O corpo de Mariana Rey Monteiro vai hoje para a Igreja de Santos, em Lisboa, e o funeral será amanhã no Cemitério dos Prazeres.

Notícia actualizada às 09h00, 21/10/2010