Selecção

Mourinho disponível para a selecção, mas acordo depende do Real Madrid

Mourinho reuniu-se com Madaíl
Foto
Mourinho reuniu-se com Madaíl Reuters

José Mourinho reuniu-se nesta quinta-feira em Madrid com Gilberto Madaíl, presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), e mostrou-se disponível para dirigir a selecção portuguesa nos próximos dois jogos do apuramento para o Euro 2012. O acordo, no entanto, depende da luz verde do Real Madrid.

Fontes contactadas pelo PÚBLICO em Espanha garantem que a ideia não agrada ao Real Madrid, que não foi abordado por José Mourinho, nem pelos responsáveis da FPF.

A aprovação do acordo pelo clube espanhol poderá depender da pressão que José Mourinho exercer junto de Florentino Pérez. É que o presidente do clube espanhol admira o trabalho do técnico e sabe que o seu futuro na liderança dos “merengues” poderá depender do trabalho que for feito por Mourinho.

Na reunião desta tarde, além de Madaíl e Mourinho, participaram o empresário Jorge Mendes e João Rodrigues, ex-presidente da FPF, que acompanhou o actual líder federativo a Espanha.

Portugal defronta a Dinamarca, a 8 de Outubro, e quatro dias depois joga na Islândia, em dois encontros decisivos na qualificação para o Euro 2012, depois do empate frente a Chipre e a derrota ante a Noruega.

Mourinho é visto por Madaíl como a solução de emergência para salvar a selecção de um afastamento precoce e mostrou abertura para o fazer. A palavra final, no entanto, pertence a Florentino Pérez, cujo acordo será, ao que o PÚBLICO apurou, “difícil” de obter.