Liga dos Campeões

Jesus reconhece falta de "andamento" do Benfica e penálti a favor do Hapoel

Jesus considera que Cardozo ainda não está na melhor forma física
Foto
Jesus considera que Cardozo ainda não está na melhor forma física Hugo Correia/Reuters

O treinador do Benfica reconheceu nesta terça-feira a falta de “andamento” do Benfica e um penálti por assinalar a favor dos israelitas do Hapoel Telavive, após estreia vitoriosa em casa, por 2-0, no Grupo B da Liga dos Campeões de futebol.

“O Benfica teve sete jogadores no Campeonato do Mundo. Dois saíram e cinco são (habituais) titulares, que chegaram uma semana antes de o campeonato começar. O ‘andamento’ é completamente diferente porque têm menos quatro a cinco semanas de trabalho. O Benfica não está com o ‘andamento’ que estava no ano passado nesta altura”, admitiu Jorge Jesus.

O avançado paraguaio Cardozo, protagonista de desentendimentos com o público presente no Estádio da Luz, foi defendido pelo seu treinador.

“A lentidão do Cardozo... parece que não quer, mas não é isso. Os jogadores pesados perdem mobilidade e precisam de mais tempo. Simplesmente, não está ainda com os seus índices físicos”, justificou Jesus, considerando que a vitória foi “justa” frente a um “adversário que não tem nome brilhante, mais que vai baralhar as contas todas do grupo”.

“Ter marcado primeiro foi determinante e depois foi saber gerir o resultado enquanto o tempo ia passando. Há dois lances confusos. Um fora da área em que um adversário faz primeiro falta sobre o Fábio (Coentrão) e outro, com o Luisão, e aí se o arbitro quisesse marcar grande penalidade podia ter marcado, aceito. Porque é um lance duvidoso”, continuou.

Sobre o “derby” do fim de semana, uma recepção ao Sporting, na quinta jornada da Liga de futebol, Jesus rejeitou que a sua equipa vá estar mais pressionada porque “ansiedade à sempre nos jogadores e até no treinador antes dos jogos começarem” e “quem anda nesta vida sabe isso”.

O treinador do Hapoel Telavive, Eli Gutman, também salientou a grande penalidade por assinalar, lamentando a possibilidade gorada de “sair de Lisboa com outro resultado”.

“Criámos várias situações de perigo na área do Benfica, mas não concretizamos. Além disso, o árbitro não assinalou um penálti e quando vir na televisão vai ver que errou”, lamentou, prognosticando que se a alegada falta fosse cometida sobre uma estrela como o inglês Wayne Rooney seria sancionada.

Notícia actualizada às 23h59