Benfica

José Augusto lembra um "brincalhão a pregar partidas"

José Augusto lembrou com saudade que formava com José Torres, antigo futebolista que hoje morreu em Lisboa, um par de “brincalhões a pregar partidas aos colegas do Benfica”.

Emocionado, José Augusto lembrou à agência Lusa a amizade que o ligava ao também ‘magriço’ José Torres, afirmando que guarda “as melhores recordações de vida desportiva em conjunto com Torres”.

“Chegámos ao Benfica na mesma altura, ele tinha acabado de prestar provas no Belenenses que não o aceitou. O tio dele, o Francisco Torres, também jogador do Benfica, falou com Fernando Caiado e Bella Guttmann (treinador húngaro), e ficou a prestar provas no clube durante um mês”, contou José Augusto.

José Augusto lembrou ainda que durante esse mês à experiência, Torres disputou dois jogos como reserva do clube encarnado, com o Sacavenense e com o Moscavide, “tendo marcado num deles nove golos e no outro seis”. “O Bella Guttmann, que era um homem de uma perspicácia de análise com olhos virados para a frente mandou logo fazer contrato com o Torres”, lembrou.

Como eram ambos solteiros partilharam quarto durante vários anos e também muitas partidas, contou José Augusto, enaltecendo o espírito de “humildade, solidariedade” do seu companheiro no Benfica e na selecção nacional.

“Temos muitas brincadeiras no Benfica, foram muitos anos de convivência. Éramos muito amigos, viveram-se anos muito significativos no clube. Nós éramos muito brincalhões, sonhávamos de noite nas partidas que fazíamos aos nossos colegas durante o dia”, recordou.

José Augusto enalteceu ainda toda a dedicação da família do antigo internacional, sublinhando o papel importante que a mulher e filhos tiveram nos últimos anos de vida. “Deus vai tê-lo ao seu lado direito porque ele merece-o, foi um homem de bem”, disse com voz embargada José Augusto.

O antigo futebolista internacional português José Torres, que sofria de doença de Alzheimer há vários anos, morreu hoje, aos 71 anos. Nascido a 8 de de Setembro de 1938, em Torres Novas, o antigo avançado, que representou o Benfica entre 1959 e 1971, estava internado no Hospital dos Lusíadas, em Lisboa, há 15 dias.