Santa Casa da Misericórdia do Porto tem novo provedor

O advogado António Tavares é o novo provedor da Santa Casa da Misericórdia do Porto (SCMP), substituindo José Luís Pizarro de Amorim Novaes, de 83 anos, que morreu na semana passada. A morte de Amorim Novaes, que foi provedor durante vários mandatos, foi mantida em sigilo durante alguns dias e só ontem é que a SCMP a tornou pública através de anúncios na imprensa. A instituição limitou-se a respeitar a vontade manifestada pelo provedor, que, numa carta deixada à família, recomendou que a sua morte não fosse mediatizada.

"Na carta, Amorim Novaes deixou alguns pedidos, entre os quais o de que a sua morte só fosse conhecida alguns dias depois de ter acontecido e que o seu corpo ficasse em câmara- ardente na Igreja Paroquial de S. João Baptista da Foz do Douro, na qual se realiza hoje a missa de sétimo dia", revelou ao PÚBLICO um elemento da mesa administrativa da Santa Casa da Misericórdia do Porto, adiantando que a Igreja de S. João Baptista foi aquela onde José Luís Amorim Novaes foi baptizado. A decisão de nomear o actual vice-provedor António Tavares para provedor da instituição foi tomada pela mesa administrativa, o órgão executivo da SCMP. Em Novembro termina o actual mandato, realizando-se eleições. Margarida Gomes