Acessoria da RTP

Televisão nacional de Cabo Verde investe um milhão de euros na digitalização

A Rádio Televisão Cabo-verdiana (RTC) vai investir um milhão de euros na digitalização da televisão nacional, num projecto de modernização tecnológica concebida com a assessoria da RTP.

As obras para digitalização da Televisão de Cabo Verde (TCV) foram adjudicadas hoje a duas empresas portuguesas, a Ibertelco e a GTC que deverão trabalhar para que dentro de três meses a TCV tenha condições de garantir uma emissão de 24 horas (neste momento emite apenas 12 horas por dia), melhoria da qualidade do sinal e garantir uma produção nacional com mais qualidade.

No acto de assinatura do protocolo de adjudicação das obras, o presidente da RTC, Horácio Semedo, afirmou que o projecto de modernização tecnológica da TCV constitui um novo desafio para o país.

“Este projecto irá garantir a construção de um estúdio novo na TCV, equipado com tecnologia de ponta sendo um com cenário clássico e o outro preparado para cenários virtuais”, disse.

O projecto consiste ainda na instalação de um sistema integrado de produção de conteúdos, com a consequente digitalização da redacção e de todo o circuito de produção, bem como na automação da emissão, passando a produção da TCV da era analógica para a digital a nível da produção e emissão.

Horácio Semedo, que admite que a empresa está em transformação para melhor, e tendo em vista novos patamares de qualidade que pretende atingir.

O vice-presidente da Rádio Televisão Portuguesa (RTP), José Marquitos, presente no acto, manifestou o compromisso da empresa no processo, tendo disponibilizado à sua congénere cabo-verdiana todos os recursos possíveis para a aplicação do projecto.

O projecto de digitalização da TCV começou a ser montado há cerca de um ano com a assessoria da RTP. Para financiar este projecto, a RTC recorreu ao crédito bancário.

Segundo informações do presidente da RTC, a Modernização Tecnológica da TCV será seguido do lançamento do projecto de digitalização da Rádio de Cabo Verde.