Queda de visualizações de 58 por cento

The Times perde quase dois terços do número de visitas

As visitas ao site do jornal britânico The Times caíram 58 por cento depois do grupo que detém o periódico, News Corporation, implementar a estratégia de pagamento no acesso aos conteúdos.

De acordo com informações recolhidas pela Experian Hitwise, um serviço britânico que recolhe dados de tráfego online, a maior queda de visitas aconteceu nas semanas antes da introdução da estratégia de pagamento, quando foi adoptado um método de registo obrigatório para aceder aos conteúdos.

Com a introdução da cobrança, a 2 de Julho, o número de visitas aumentou, embora as causas dessa realidade sejam atribuídas, por alguns investigadores, à necessidade de informação relativa ao Mundial de Futebol.

As visitas caíram 58 por cento entre 22 de Maio e 26 de Junho, ao mesmo tempo que o The Times perdeu 2,54 pontos percentuais de participação no tráfego total de notícias no Reino Unido, passando da taxa de prevalência de 4,37 para 1,83 por cento.

A decisão de Rupert Murdoch, proprietário e fundador da News Corporation, de adoptar o pagamento pelos conteúdos está a ser olhada por centenas de detentores de órgãos de comunicação social em todo o mundo, muitos dos quais começam agora a considerar a toma de opções similares para combater a queda da receita da publicidade e das vendas em papel.

Ao Financial Times, Robin Goad, director do Experian Hitwise, revela que “desde que o site se tornou totalmente pago não houve outra coisa senão a queda de visitas.”

Ainda assim esta perda de quase dois terços dos visitantes foi mais suave do que a esperada por alguns investigadores e analistas que previam uma redução nas visitas à volta dos 90 por cento.