Selecção

Eusébio recorda Coreia: “Foi o meu dia”

Eusébio na África do Sul
Foto
Eusébio na África do Sul José Manuel Ribeiro/Reuters

Eusébio da Silva Ferreira é um nome que vem sempre à conversa quando se fala do mítico jogo do Mundial de 1966, em que Portugal derrotou a Coreia do Norte, por 5-3. A dois dias de um novo embate com a selecção norte-coreana, o antigo jogador recordou esse encontro.

“Foi um dia. Todos os profissionais têm esse dia de virar um resultado. Esse foi o meu”, disse Eusébio, à margem do último treino da selecção antes da partida para a Cidade do Cabo, onde defronta a Coreia do Norte na segunda-feira.

Há quase 44 anos (a data celebra-se a 23 de Julho), Portugal perdia por 3-0 aos 25 minutos. Eusébio ainda marcou dois golos antes do intervalo e na segunda parte completou a reviravolta, antes de José Augusto confirmar o 5-3 final, no Estádio Goodison Park, em Liverpool.

Será que nesta selecção há alguém com capacidade para marcar quatro golos à Coreia? “Não é só um jogador, é o espírito de grupo que havia na selecção com o capitão Mário Esteves Coluna”, respondeu Eusébio.

O antigo futebolista, de 68 anos, espera que não se repita a história de a Coreia voltar a marcar primeiro. “Espero que na segunda-feira entrem com o pé direito. Portugal precisa de ganhar esse jogo contra a Coreia”, disse Eusébio: “Espero que Portugal marque primeiro, para ganhar confiança. Ganhar por 1-0 já é bom.”