Marítimo

Governo Regional diz que verba para o “aluguer” do Estádio da Madeira está "orçamentada"

O Governo Regional da Madeira vai pagar as verbas pedidas pelo Nacional para o Marítimo utilizar o seu estádio
Foto
O Governo Regional da Madeira vai pagar as verbas pedidas pelo Nacional para o Marítimo utilizar o seu estádio Daniel Rocha (Arquivo)

O Governo Regional da Madeira esclareceu hoje que a verba necessária para o pagamento do “aluguer” do Estádio da Madeira ao Marítimo está “orçamentada” e refere-se aos “apoios para a participação de equipas e atletas da Madeira em competições europeias”.

Num esclarecimento enviado às redacções, o Executivo madeirense considera que o Nacional tem direito a ser ressarcido, “face aos custos inerentes a essa disponibilidade”.

Ainda assim, o esclarecimento não poupa críticas ao Marítimo e ao Nacional, face àquilo que o Governo Regional da Madeira considera de “clima de paixões irracionais”.

“Estas questões que envolvem clubes de futebol, ao longo do tempo, prestam-se a climas de paixões irracionais que são contra o bem comum do povo madeirense e nos enfraquecem ante terceiros”, diz ainda a nota.

O Nacional exigiu ao Marítimo o pagamento de 25 mil euros por cada jogo que a equipa realize no Estádio da Madeira, nas pré-eliminatórias da Liga Europa de futebol.

Para além dessa exigência, o emblema da Choupana solicitou ainda ao rival uma caução de 100 mil euros, que servirão para cobrir eventuais estragos.

O Governo Regional da Madeira, por sua vez, através do instituto do Desporto da Região, assegurou as verbas, assim como a garantia bancária.

Sugerir correcção