Anunciado hoje no final da Feira do Livro do Funchal

Ana Teresa Pereira vence Prémio Edmundo Bettencourt

Ana Teresa Pereira
Foto
Ana Teresa Pereira João Rodrigues/arquivo

Ana Teresa Pereira venceu, pela segunda vez, o Prémio Literário Edmundo Bettencourt, instituído pela Câmara do Funchal em homenagem ao poeta-cantor presencista nascido nesta cidade.

A escritora madeirense foi distinguida pelo conto “A outra”, apresentado sob o pseudónimo Lara Croft, entre o número recorde de 142 concorrentes. O júri, em decisão anunciada hoje, último dia da Feira do Livro do Funchal, justificou a escolha pela “beleza da história contada, o uso marcadamente literário e pessoal da linguagem, o domínio seguro e original da técnica narrativa, o ritmo narrativo acompanhado de força imaginética e dimensão lúdica”.

O escritor António Rebordão Navarro recebeu ontem os cinco mil euros pelo prémio de 2009, com o romance 'A Cama do Gato', lançado na feira deste ano. Ana Teresa Pereira já tinha sido vencedor da edição de 2006, com o romance "A Neve".

Natural do Funchal, a escritora tem publicado todos os anos, desde 1989, ocupando um lugar de referência na literatura portuguesa. Estreou-se com o romance “Matar a Imagem”, vencedor do Prémio Caminho de Literatura Policial. Em 2005 foi contemplado com o prémio literário atribuído pelo Pen Clube português no género da Ficção, pelo livro "Se nos encontrarmos de novo", e, em 2007, ganhou o Prémio Máxima de Literatura 2007, com o seu romance "A Neve"."Inverness” é o título do seu último livro editado na Relógio D’Água Editores.