Reino Unido com voos cancelados

Cinza vulcânica fecha espaço aéreo no Norte da Europa

Os voos cancelados estão a provocar o caos nos aeroportos
Fotogaleria
Os voos cancelados estão a provocar o caos nos aeroportos Scanpix/Reuters
As cinzas expelidas por um vulcão podem causar sérias avarias ou pelo menos mau funcionamento dos mecanismos dos aviões
Fotogaleria
As cinzas expelidas por um vulcão podem causar sérias avarias ou pelo menos mau funcionamento dos mecanismos dos aviões Ingolfur Juliusson/Reuters
As cinzas atingiram quase sete quilómetros de altura
Fotogaleria
As cinzas atingiram quase sete quilómetros de altura Reuters
O glaciar quase derretido provocou um mar de lama
Fotogaleria
O glaciar quase derretido provocou um mar de lama Reuters

O espaço aéreo do Norte da Europa está praticamente interdito na totalidade, com inúmeros voos a serem cancelados devido às cinzas vulcânicas da erupção, na véspera, do vulcão islandês do glaciar Eyjafjallajokull.

Os aerportos de Roissy e Orly, em Paris, seráo encerrados a partir das 21h00 TMG. (22h00 de Lisboa). Mas os do Norte do país já fecharam às 16h00, anunciaram as autoridades francesas.

Todas as ligações aéreas a partir dos aeroportos londrinos de Heathrow e Stansted estão canceladas a partir das 12h00 de hoje e até às 18h00 – dada a entrada da cinza vulcânica no espaço aéreo britânico –, e todos os voos foram cancelados igualmente no aeroporto de Oslo, na Noruega.

O aeroporto de Faro registou já o cancelamento de 28 voos provenientes do Reino Unido e Irlanda, segundo o site da ANA - Aeroportos de Portugal. Até às 22h00 de hoje, adianta a agência Lusa, também já tinham sido cancelados 31 voos que deveriam partir hoje de Faro para destinos naqueles países.

Estão já encerrados também os aeroportos escoceses de Aberdeen, Edimburgo e Glasgow, assim como o de Belfast. O mesmo acontece nos aeroportos de Manchester, Liverpool e Birmingham.

A Dinamarca seguiu pelo mesmo caminho, fechando o espaço aéreo sobre o Mar do Norte a toda a circulação de aviões, uma interdição que se estende à totalidade do território a partir das 17h00.

Também o tráfego aéreo da Bélgica, Holanda e Luxemburgo será progressivamente reduzido ao longo da tarde.

Cerca de quarenta voos que partiriam do aeroporto de Amsterdão-Schiphol com destino à Escandinávia e ao Reino Unido foram já anulados hoje de manhã, de acordo com um porta-voz do aeroporto holandês à AFP.

O aeroporto de Bruxelas, que, por enquanto, continua a funcionar, anulou por volta das 12h00 a maioria dos voos pelo menos até às 18h00.

A BAA, operadora dos principais aeroportos britânicos, informa que esta medida se impõe pelos regulamentos internacionais em matéria de trânsito aéreo devido a actividade vulcânica.

Foi feito o apelo para que os passageiros com voos marcados para hoje não vão para os aeroportos suspensos. Estima-se que dezenas de milhares de pessoas serão afectadas. A ANA recomenda aos passageiros que contactem as companhias aéreas para confirmar se os voos vão ser realizados ou não.

As cinzas expelidas por um vulcão contêm pequenas partículas de pedra e até vidro que podem causar sérias avarias ou pelo menos mau funcionamento dos mecanismos dos aviões – há registos de um avião da British Airways ter perdido todos os quatro motores quando entrou inadvertidamente numa nuvem de cinza vulcânica em 1982, exemplifica a BBC online.

Notícia actualizada às 16h28