Óbito

Morreu ex-provedor de Justiça Nascimento Rodrigues

Nascimento Rodrigues
Foto
Nascimento Rodrigues Ana Banha/arquivo

O ex-provedor de Justiça, Nascimento Rodrigues, morreu na noite de domingo, disse hoje à Lusa fonte da Provedoria de Justiça.

O Presidente da República, Cavaco Silva, já enviou uma mensagem de condolências à família de Nascimento Rodrigues, publicada no site da Internet.

"Lamento profundamente o falecimento do Dr. Henrique Nascimento Rodrigues, jurista eminente e homem público que se destacou, em todas as funções que exerceu, pela sua elevada estatura moral, pela dedicação à causa pública e pelos relevantes serviços que prestou ao País, designadamente em defesa dos valores da democracia e dos direitos fundamentais dos cidadãos", escreveu Cavaco Silva.

Henrique Nascimento Rodrigues tinha 70 anos. Natural de Angola, foi dirigente do PSD nos anos 70 e ministro do Trabalho do VII Governo Constitucional, em 1981. Foi deputado entre 1982-83 e entre 1987- 91. Presidiu à Comissão Parlamentar de Trabalho na legislatura 1979-80. Em 2000 foi nomeado provedor de Justiça por António Guterres.

Ao longo do seu mandato, manteve-se discreto, preferindo abster-se de tornar públicas as suas posições quanto a assuntos polémicos.

Apesar de ter terminado o seu mandato em 2008, permaneceu quase mais um ano em funções, (saindo, por renúncia, em Junho do ano passado) devido a divergências entre o PS e o PSD quanto a um nome para seu substituto que se prolongaram num “braço de ferro” que Nascimento Rodrigues classificou como uma “comédia à portuguesa”.

Era também membro do Conselho de Estado e agraciado com a Ordem de Mérito (Grande Oficial, 1994) com a Légion d’Honneur e com a Grã Cruz da Ordem Militar de Cristo (2008).

Em entrevista à "Visão", em Março do ano passado, Nascimento Rodrigues disse que deixaria o cargo de provedor de Justiça, “tranquilo” consigo e e com os seus concidadãos, “consciente de que valeu a pena o esforço e o entusiasmo” que lhe dedicara e anunciou que dedicaria tempo a si próprio, à família, aos amigos e “ao estudo da História de Portugal”.

O velório de Nascimento Rodrigues vai realizar-se na Igreja de Santa Isabel, em Lisboa, onde na terça-feira será celebrada missa de corpo presente às 11h, seguindo-se o funeral, disse à Lusa uma fonte da Provedoria. A mesma fonte disse ainda desconhecer-se o cemitério para onde se realizará o funeral do jurista.

Notícia actualizada às 17h47