Ribeira

Câmara do Porto apoia com cinco mil euros

A agenda da reunião de hoje do executivo da Câmara do Porto prevê a aprovação de um protocolo para apoiar o "processo de construção de ramais de acesso das câmaras de videovigilância [instaladas na Ribeira] à rede pública de energia". O protocolo prevê uma comparticipação total de cinco mil euros por parte do município. Segundo António Fonseca, presidente da Associação de Bares da Zona Histórica do Porto (ABZHP), a referida despesa atingiu "oito mil euros", pelo que será a associação a suportar os restantes três mil euros. Por seu turno, a Câmara do Porto paga também as facturas de electricidade. Passado que está meio ano sobre a entrada em funcionamento da videovigilância na Ribeira, António Fonseca defende que a gravação de imagens, por parte da PSP, passe para 24 horas por dia e não apenas entre as 21h e as 7h. "Gravar apenas neste período é estar a passar a mensagem de que a Ribeira é perigosa à noite", avisa. A.R.