"Precious", "Avatar" e "Estado de Guerra" são os favoritos para os Óscares

"Precious"
Foto
"Precious"

Prémios entregues a 7 de Março

O filme que parte destacado na corrida para os 82ºs Óscares da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de 2010 é "Precious", que mereceu nomeações nas principais categorias - entre as quais para o galardão de melhor filme, melhor realizador e melhores actrizes principal e secundária. Mas contando com as categorias técnicas, "Avatar" e "Estado de Guerra" são os filmes mais nomeados - com nove menções cada.
"Avatar" foi um dos grandes vencedores dos Globos de Ouro, incluindo nas categorias de melhor filme e melhor realizador. O filme 3D de James Cameron já ultrapassou "Titanic", o seu outro gigante de bilheteiras que era até agora o filme mais visto de sempre, foi visto em Portugal por 939.560 espectadores, tendo até 31 de Janeiro arrecadado 5,4 milhões de euros. No mundo inteiro, as receitas de bilheteira de "Avatar" são de 1,4 mil milhões de euros, tornando-o assim o filme mais visto de sempre no planeta. E Kathryn Bigelow, ex-mulher de Cameron, foi distinguida este fim-de-semana pela Guilda de Realizadores Americanos pelo seu trabalho sobre uma equipa de peritos em minas no Iraque em "Estado de Guerra".

Mas se estes são os nomeados sonantes em termos aritméticos, "Precious - Based on the Novel "Push" by Sapphire" (estreia em Portugal dia 11), um dos filme vencedores no Festival de Sundance de 2009, é um dos mais agraciados pela Academia em categorias de grande visibilidade: são seis nomeações, entre as quais montagem e melhor argumento adaptado.

Mas "Sacanas Sem Lei", de Tarantino, é também candidato a oito nomeações, "Nas Nuvens" também mereceu seis nomeações e "Up - Altamente!" foi nomeado cinco vezes. "Up - Altamente", da Pixar/Disney, é candidato a melhor filme e melhor filme de animação e foi o segundo filme mais visto em Portugal em 2009, com uma receita de 2,655 milhões de euros graças aos 469.212 espectadores que acorreram às salas 3D e convencionais.

Os nomeados foram apresentados esta tarde (13h30 em Lisboa, 05h30 em Los Angeles) pela actriz Anne Hathaway e pelo presidente da Academia, Tom Sherak. A cerimónia de entrega dos prémios mais mediáticos da indústria realiza-se a 7 de Março, sendo a gala transmitida pela NBC nos EUA. Isto num ano em que a Academia volta a nomear dez filmes, ao invés de apenas cinco, para a corrida a melhor título do ano.

Nomeados nas principais categorias

Melhor Filme
"Avatar", de James Cameron
"Up - Altamente", de Pete Docter, Bob Peterson
"Nas Nuvens", de Jason Reitman
"Estado de Guerra", de Kathryn Bigelow
"Precious - Based on the Novel "Push" by Sapphire", de Lee Daniels
"District 9", de de Neill Blomkamp
"An Education", de Lone Scherfig
"Um Homem Sério", de Joel e Ethan Coen
"The Blind Side", de John Lee Hancock
"Sacanas sem Lei", de Quentin Tarantino

Melhor Realizador
James Cameron, "Avatar"
Kathryn Bigelow,"Estado de Guerra"
Quentin Tarantino, "Inglorious Basterds"
Lee Daniels, "Precious"
Jason Reitman, "Nas Nuvens"

Melhor Actor
Jeff Bridges, "Crazy Heart"
George Clooney, "Nas Nuvens"
Colin Firth, "A Single Man"
Morgan Freeman, "Invictus"
Jeremy Renner, "Estado de Guerra"

Melhor Actriz
Meryl Streep, "Julie & Julia"
Gabourey Sidibe, "Precious"
Sandra Bullock, "The Blind Side"
Helen Mirren, "The Last Station"
Anne-Marie Duff, "The Last Station"

Melhor Actor Secundário
Matt Damon, "Invictus"
Woody Harrelson, "The Messenger"
Christopher Plumber, "The Last Station"
Christopher Waltz, "Sacanas sem Lei"
Stanley Tucci, "The Lovely Bones"

Melhor Actriz Secundária
Penélope Cruz, "Nove"
Vera Farmiga, "Nas Nuvens"
Maggie Gylenhaal, "Crazy Heart"
MoNique, "Precious"
Anna Kendrick, "Nas Nuvens"

Melhor Filme Estrangeiro
"The Milk Of Sorrow", de Claudia Llosa (Peru)
"O Laço Branco", de Michael Haneke (Alemanha)
"O Profeta", de Jacques Audiard (França)
"Ajami", de Scandar Copti e Yaron Shani (Israel)
"El Secreto de Sus Ojos", de Juan José Campanella (Argentina)

Melhor Filme de Animação
"Coraline", de Henry Selick
"O Fantástico Sr. Raposo", de Wes Anderson
"A Princesa e o Sapo", de John Musker e Ron Clements
"Up - Altamente!", de Pete Docter
"The Secret of Kells", de Tomm Moore

Melhor Argumento Original
"Estado de Guerra", de Mark Boal
"Sacanas Sem Lei", de Quentin Tarantino
"The Messenger", de Alessandro Camon e Oren Moverman
"Um Homem Sério", de Joel e Ethan Coen
"Up - Altamente!", de Bob Peterson, Pete Docter e Tom McCarthy