Ex-Presidente da República

Jorge Sampaio recebe hoje grau de doutor “honoris causa” pela Universidade de Coimbra

O antigo Presidente da República Jorge Sampaio, Alto Representante da ONU para a Aliança das Civilizações, recebe hoje o grau de doutor honoris causa pela Universidade de Coimbra (UC).

Segundo a proposta de atribuição da distinção, apresentada pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra (FDUC), Jorge Sampaio é “uma personalidade de grande relevo não apenas no nosso país mas também além-fronteiras. As funções que hoje desempenha no quadro da ONU fazem dele alguém conhecido e respeitado em todo o mundo”.

“Foi um advogado de mérito, que honrou a sua profissão. Desde os seus tempos de estudante marcou presença na vida da Cidade, sempre em defesa dos valores dignos do Homem e do Direito. Exerceu com dignidade várias funções públicas no nosso país: membro do governo, deputado, presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Presidente da República”, é ainda sublinhado.

Na proposta da FDUC, é referido que, em Maio de 2006, Jorge Sampaio foi designado Enviado Especial do Secretário-Geral das Nações Unidas para a Luta contra a Tuberculose e, em Abril de 2007, o Secretário-Geral das Nações Unidas nomeou-o Alto Representante para a Aliança das Civilizações.

“Estas nomeações dizem muito do elevado conceito em que o Dr. Jorge Sampaio é tido nas mais altas instâncias da comunidade internacional. E a excepcional qualidade do seu desempenho no exercício destes cargos vem acrescentando o prestígio do Dr. Jorge Sampaio e consolidando o prestígio do Portugal democrático perante os povos de todo o mundo”, adianta.

Na biografia política de Jorge Sampaio “podem distinguir-se cinco momentos fundamentais, dois antes de 1974 e três depois de 1974: o protagonismo na direcção do movimento estudantil em Lisboa, em 1961 e 1962, a candidatura pelas listas da CDE de Lisboa em 1969, a formação da intervenção socialista em 1975, a conquista da presidência da Câmara de Lisboa em 1989, e os seus dois mandatos como Presidente da República de 1996 a 2006”.

“Cada um deles assinala um processo de intervenção pública autonomizável, com consequências próprias”, sustenta-se.

Na cerimónia de entrega do grau de doutor “honoris causa”, marcada para as 10h30 na Sala Grande dos Actos da UC, o professor da FDUC Avelãs Nunes será o apresentante do antigo Chefe de Estado, cabendo a Manuel Costa Andrade fazer o elogio do candidato. Por seu turno, Rui Figueiredo Marcos fará o elogio de Avelãs Nunes.