Iniciativa da UNESCO

Lisboa vai candidatar-se a Capital Mundial do Livro 2012

A candidatura prevê actividades associadas à promoção do livro e da leitura
Foto
A candidatura prevê actividades associadas à promoção do livro e da leitura David Clifford (arquivo)

É capital de Portugal, já foi Capital Europeia da Cultura e, agora, concorre para ser a próxima Capital Mundial do Livro, em 2012. Até 31 de Março, a cidade de Lisboa irá apresentar a sua candidatura à UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura), tendo por base um programa de actividades associadas à promoção do livro e da leitura.

A corrida de Lisboa a Capital Mundial do Livro 2012 foi ontem anunciada por Manuel Maria Carrilho, embaixador português junto da UNESCO, em Paris. De acordo com o antigo ministro da Cultura, citado pela agência Lusa, "o desafio da candidatura foi assumido após a ideia ter sido bem acolhida pela Câmara Municipal de Lisboa e pela Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL)". Esta associação será agora a responsável por elaborar o programa.

"Estamos ainda a estudar este dossier e a preparar o programa, que terá de envolver várias entidades patrocinadoras e parceiros", adiantou ao PÚBLICO Miguel Freitas da Costa, secretário-geral da Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL).

"Aura de cidade mágica"

O responsável acredita que Lisboa tem todas as condições para ganhar o título, devido à "aura de cidade mágica" que adquiriu a última década e à sua entrada no imaginário literário internacional.

"Além de um autor lisboeta que tornou a cidade famosa em todo o mundo - Fernando Pessoa -, Lisboa tem sido usada por vários autores estrangeiros nos seus textos", frisa Miguel Freitas da Costa. É o caso do escritor francês Antoine Volodine (que tem um livro intitulado Lisbonne, dernière marge), do suíço Pascal Mercier (autor de Train de nuit pour Lisbonne) e a croata Dubravka Ugresic (autora de Museum of Unconditional Surrender, que tem um episódio passado em Lisboa).

A iniciativa Capital Mundial do Livro foi lançada pela UNESCO em 2001 e escolheu as cidades de Madrid, Alexandria e Nova Deli para as primeiras edições. As próximas capitais do livro serão Ljubljana (já a partir de Abril de 2010) e Buenos Aires (2011).

Notícia substituída às 10h33 de 19 de Janeiro