Livros da década

Foto

Escolhas de Eduardo Pitta, Gustavo Rubim, Helena Vasconcelos, Isabel Coutinho, José Manuel Fernandes, José Riço Direitinho, Maria da Conceição Caleiro, Pedro Mexia

Eduardo Pitta

1. A Torre do Desassossego, Lawrence Wright (2006); 2. Hitler, Ian Kershaw (2008); 3. Lisboa. História Física e Moral, José-Augusto França (2008); 4. Jóia de Família, Agustina Bessa Luís (Trilogia 2001-03); 5. As Benevolentes, Jonathan Littell (2006); 6. Amigos até ao fim, John Le Carré (2003); 7. Carnaval no Fogo, Ruy Castro (2003); 8. A Grande Guerra Pela Civilização, Robert Fisk (2005); 9. Pós-Guerra, Tony Judt (2005); 10. Shalimar o Palhaço, Salman Rushdie (2005); 11. Todo-o-Mundo, Philip Roth (2006); 12. A Paciente Misteriosa, P. D. James (2008); 13. Estado de Negação, Bob Woodward (2006); 14. A Breve e Assombrosa Vida de Oscar Wao, Junot Díaz (2007); 15. Hooking Up. Um Mundo Americano, Tom Wolfe (2000);

16. Tempos Interessantes, Eric Hobsbawm (2002); 17. Onde Está a Sabedoria?, Harold Bloom (2004); 18.

Shakespeare. A Biografia, Peter Ackroyd (2005); 19. Uma Vida Inacabada John F. Kennedy, Robert Dallek (2003); 20. Brando Mas Pouco, Darwin Porter (2006).

Gustavo Rubim

1. Fernanda, Ernesto Sampaio (2000); 2. Ou o Poema Contínuo: Súmula, Herberto Helder (2001); 3. Da Democracia na América, Alexis de Tocqueville, tradução de Carlos Correia Monteiro de Oliveira e Lívia Franco (2001); 4. Antropologia e Império: Fonseca Cardoso e a Expedição à Índia em 1895, Ricardo Roque (2001); 5. Nove Noites, Bernardo Carvalho (2002); 6. Século de Ouro: Antologia Crítica da Poesia Portuguesa do Século XX, Osvaldo M. Silvestre e Pedro Serra (2002); 7. Odisseia, Homero, tradução de Frederico Lourenço (2003); 8. Vozes da Poesia Europeia (I e II), traduções de David Mourão-Ferreira

revista Colóquio-Letras, nº 163-164 (2003); 9. Respiração Assistida, Fernando Assis Pacheco (2003); 10. A Universidade sem Condição, Jacques Derrida, tradução de Américo Lindeza Diogo (2003); 11. Poesia, Daniel Faria (2003); 12. Poética, Aristóteles, nova tradução de Ana Maria Valente (2004); 13. Peças Escolhidas I, Henrik Ibsen, traduzidas do norueguês por Pedro Fernandes, Karl Eric Schollhammer e Fátima Saadi (2006); 14. Antropologia em Portugal: Mestres, Percursos, Transições, João Leal (2006); 15. Desmedida Luanda - São Paulo - São Francisco e volta, Ruy Duarte de Carvalho (2006); 16. Uma Grande Razão: os Poemas Maiores, Mário Cesariny de Vasconcelos (2007); 17. A Faca Não Corta o Fogo - Súmula & Inédita, Herberto Helder (2008); 18. Dicionário de Fernando Pessoa e do Modernismo Português, org. Fernando Cabral Martins (2008); 19. O Homem Livre: Mito, Moral e Carácter numa Sociedade Ameríndia, Filipe Verde (2009); 20. Caderno de Memórias Coloniais, Isabela Figueiredo (2009)

Helena Vasconcelos

1. O Assassino Cego, Margaret Atwood (2000); 2. Expiação, Ian McEwan (2001); 3. Austerlitz, W. G. Sebald (2001); 4. Ler Lolita em Teerão, Azir Nafisi (2003); 5. A Breve e Assombrosa Vida de Oscar Wao, Junot Díaz (2007); 6. A Linha da Beleza, Alan Hollinghurst (2004); 7. O Ano do Pensamento Mágico, Joan Didion (2005); 8. Elizabeth Costello, J. M. Coetzee (2003); 9. O Mar, John Banville (2005); 10. Nunca Me Deixes, Kasuo Ishiguro (2005); 11. A Vista de Castle Rock, Alice Munro (2006); 12. A Estrada, Cormac MacCarthy (2006); 13. Corpo Presente, Anne Enright (2007); 14. Trilogia Millennium, Stieg Larson (2005, 2006, 2007); 15, Na Praia de Chesil, Ian McEwan (2007); 16. 2666, Robert Bolaño (2004); 17. A Feiticeira de Florença, Salman Rushdie (2008); 18. Os Anagramas de Varsóvia, Richard Zimler (2009); 19. Wolf Hall, Hillary Mantel (2009); 20. The Children's Book, A.S. Byatt (2009).

Isabel Coutinho

(por ordem cronológica)

1. Dentes Brancos, Zadie Smith (2000); 2. Correcções, Jonathan Franzen (2001); 3. A Vida de Pi, Yann Martel (2001); 4. Expiação, Ian McEwan (2001); 5. Middlesex, Jeffrey Eugenides (2002); 6. Está Tudo Iluminado, Jonathan Safran Foer (2002); 7. Pode um Desejo Imenso, Frederico Lourenço (2002)-trilogia; 8. The Whole Story and Other Stories, Ali Smith (2003); 9. O Código Da Vinci, Dan Brown (2003); 10. O Estranho Caso do Cão Morto, Mark Hadoon (2003); 11. Equador, Miguel Sousa Tavares (2003); 12. Jerusalém, Gonçalo M. Tavares (2004); 13. O Ano do Pensamento Mágico, Joan Didion (2005); 14. Nunca me deixes, Kazuo Ishiguro (2005); 15. Trilogia Millennium, Stieg Larsson (2005, 2006, 2007); 16. Longe de Manaus, Francisco José Viegas (2005); 17. As Benevolentes, Jonathan Littell (2006); 18. A Breve e Assombrosa Vida de Oscar Wao, Junot Díaz (2007); O apocalipse dos trabalhadores, valter hugo mãe (2008); 20. Ofício Cantante - Poesia Completa, Herberto Helder (2009)

José Manuel Fernandes

1. História de Portugal, Coordenação de Rui Ramos (2009); 2. O Futuro da Liberdade, Fareed Zakaria (2003); 3. Glória: biografia de J. C. Vieira de Castro, Vasco Pulido Valente (2001); 4. Portugal Hoje: O Medo de Existir, José Gil (2004); 5. Impasses - seguido de coisas vistas e coisas ouvidas, Fernando Gil e Paulo Tunhas (2004); 6. Colapso, Jared Diamond (2005); 7. Álvaro Cunhal, Uma Biografia Política, vol. II - Duarte, o Dirigente Clandestino, José Pacheco Pereira (2001); 8. A Conspiração contra a América,

Philip Roth (2004); 9. O Ocidentalismo: Uma Breve História de Aversão ao Ocidente, Ian Buruma e Avishai Margalit (2004); 10. A Queda de Berlim, Antony Beevor (2002); 11. Suite Francesa, Irène Némirovsky (2004); 12. A Queda de Roma e o Fim da Civilização, Bryan Ward-Perkins (2005); 13. Pós-Guerra, Tony Judt (2005); 14. O Jovem Estaline, Simon Sebag (2008); 15. Finest Years: Churchill as Warlord, Max Hastings (2009); 16. César: A Vida de um Colosso, Adrian Golsworthy (2006); 17. O Sentimento de Si, António Damásio (2001); 18. A Vingança de Gaia: Porque está a Terra a Retaliar, James Lovelock (2006); 19. 1948: A History of the First Arab-Israeli, Ben Morris (2008); 20. O Código Da Vinci, Dan Brown (2003).

José Riço Direitinho

1. 2666, Roberto Bolaño (2004); 2. Austerlitz, W. G. Sebald (2001); 3. A Estrada, Cormac McCarthy (2006); 4. As Espantosas Aventuras de Kavalier & Clay, Michael Chabon (2000); 5. Está Tudo Iluminado, Jonathan Safran Foer (2002); 6. Atlas das Nuvens, David Mitchell (2004); 7. Correcções, Jonathan Franzen (2001); 8. As Benevolentes, Jonathan Littell (2006); 9. A Heartbreaking Work of Staggering Genius, Dave Eggers (2000); 10. Ruhm. Ein Roman in neun Geschichten, Daniel Kehlmann (2009); 11. Middlesex, Jeffrey Eugenides (2002); 12. Cavalos Roubados, Per Petterson (2003); 13. O Peso dos Números, Simon Ings (2006); 14. Os Soldados de Salamina, Javier Cercas (2001); 15. O Acto de Amor do Povo, James Meek (2005); 16. A Vida de Pi, Yann Martel (2001); 17. Expiação, Ian McEwan (2001); 18. Istambul, Orhan Pamuk (2002); 19. O Teu Rosto Amanhã - 1. Febre e Lança, Javier Marias (2002); 20. Trilogia Millennium, Stieg Larsson (2005, 2006, 2007).

Maria da Conceição Caleiro

1. Migrações do fogo, Manuel Gusmão (2004); 2. Alta noite em alta fraga, Joaquim Manuel Magalhães (2001); 3. A Faca Não Corta o Fogo - Súmula & Inédita, Herberto Helder (2008); 4. O livro do meio, Maria Velho da Costa e Armando Silva Carvalho (2006); 5. Caderno de memórias coloniais, Isabel de Figueiredo (2009); 6. Jerusalém, Gonçalo M. Tavares (2004); 7. Amigo e Amiga - Curso de Silêncio de 2004, Maria Gabriela Llansol (2006), 8. O Apocalipse dos trabalhadores, valter hugo mãe (2008); 9. Campo de Sangue, Dulce Maria Cardoso (2002); 10. O homem lento, J. M. Coetzee (2005); 11. O Homem em Queda, Don DeLillo (2007); 12. As Benevolentes, Jonathan Littell (2006); 13. A Estrada, Cormac McCarthy (2006); 14. 2666, Roberto Bolaño (2004); 15. Terraço em Roma, Pascal Quignard (2000); 16. Luiz Pacheco: 1 homem dividido vale por 2, concepção e org. Luís Gomes (2009); 17. Literatura, defesa do atrito, Silvina Rodrigues Lopes (2003); 18. Amor Líquido, Zygmunt Bauman (2003); 19. L'animal que donc je suis, Jacques Derrida (2006) 20. A audácia da esperança, Barack Obama (2006).

Pedro Mexia

(por ordem cronológica, estrangeiros e portugueses)

1. Ravelstein, Saul Bellow (2000); 2. A Mancha Humana, Philip Roth (2000); 3. Austerlitz, WG Sebald (2001); 4. Expiação, Ian McEwan (2001); 5. The Coast of Utopia, Tom Stoppard (2002); 6. Istambul - Memórias de uma Cidade, Orhan Pamuk (2003); 7. 2666, Roberto Bolaño (2004); 8. A Estrada, Cormac McCarthy (2006); 9. District and Circle, Seamus Heaney (2006); 10. As Benevolentes, Jonathan Littell (2006); 11. Lillias Fraser, Hélia Correia (2001); 12. Poesia, Daniel Faria (2003); 13. Jerusalém, Gonçalo M. Tavares (2004); 14. A Ronda da Noite, Agustina Bessa-Luís (2006); 15. Ofício Cantante - Poesia Completa, Herberto Helder (2009).