Leiria

Morreu mais um feto de uma grávida vacinada contra a Gripe A

Uma mulher de 27 anos, grávida de 20 semanas, deu ontem entrada no Hospital de Santo André, em Leiria, onde foi confirmada a morte do feto. A mulher tinha sido vacinada no dia 2 de Novembro contra a gripe A.

O feto não poderá ser autopsiado por causa das suas reduzidas dimensões. Será por isso enviado uma amostra para o serviço de anatomia patológica a fim de se determinarem as causas da sua morte, avança a Rádio Renascença.

De acordo com o "Jornal de Notícias", a mulher - oriunda da Marinha Grande - estava na segunda gestação, tendo já sofrido um aborto.

A grávida apresentou-se ontem de manhã no serviço de urgência obstétrica do Hospital de Santo André, queixando-se de dores abdominais e informando ter sido vacinada no dia 2 de Novembro, indica a Rádio Renascença.

Já depois de ter sido vacinada, a grávida foi a uma consulta de rotina, na segunda-feira, e o médico assistente confirmou-lhe uma “evolução normal da gravidez”, confirmou a direcção clínica do hospital de Leiria em comunicado.

As autoridades de saúde e os especialistas indicam que as mortes fetais são um fenómeno frequente, não estabelecendo uma relação de causa-efeito entre estes casos e a vacina da Gripe A.