Sócrates destaca "a importância da vacinação" contra a gripe A

Foto
Portugal encontra-se, actualmente, na segunda fase de vacinação contra o vírus H1N1 Eva Carasol

"O melhor é que os cidadãos cumpram as orientações do Serviço Nacional de Saúde. Isso é que significa agir do lado da segurança. E foi isso que aqui vim fazer: seguir essas indicações e dar o nosso contributo como cidadãos para que não sejamos agentes da propagação de uma epidemia que deve ser, pode ser - e felizmente temos condições para que o seja - controlada e minimizada através da vacinação", disse, depois de ter sido vacinado na Unidade de Saúde de São João do Estoril, juntamente com a ministra da Saúde, Ana Jorge.

"Espero que todos os portugueses façam o mesmo", acrescentou o chefe de Governo, salientando que "o grande consenso médico vai no sentido da vacinação como forma de prevenir a epidemia da gripe A".

O apelo para "a importância da vacinação" foi depois lançado, em conferência de imprensa, pela titular da pasta da Saúde - o primeiro-ministro ausentou-se após a inoculação.

Para Ana Jorge tratou-se de "um acto público para chamar a atenção para a importância da vacinação e a sua segurança para todos os portugueses que têm a indicação para fazer a vacina neste momento".

Portugal encontra-se, actualmente, na segunda fase de vacinação contra o vírus H1N1 do primeiro grupo prioritário, que inclui todas as grávidas no segundo e terceiro trimestre de gravidez e os coabitantes de crianças com menos de seis meses e com doença grave.