Parlamento

PS promete decidir “muito brevemente” sobre proposta do BE para legalizar casamentos homossexuais

O PS não quer avançar, por ora, com uma data para debater o casamento entre pessoas do mesmo género
Foto
O PS não quer avançar, por ora, com uma data para debater o casamento entre pessoas do mesmo género Paulo Pimenta/Arquivo

O líder do grupo parlamentar do PS, Francisco Assis, afirmou hoje que a sua bancada se vai pronunciar sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo “muito brevemente”, referindo que “a posição de fundo” do partido sobre esse tema “é conhecida”.

Questionado pelos jornalistas sobre a proposta do Bloco de Esquerda (BE) para legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo, Francisco Assis assegurou que da parte dos socialistas essa iniciativa “não vai causar nenhuma polémica”.

“Na altura própria diremos o que vamos fazer sobre esse assunto, é conhecida a nossa posição de fundo, consta do programa eleitoral. Em relação ao ‘timing’ de discussão, quando eu próprio estiver em toda a plenitude no desempenho das minhas funções, tomaremos uma posição”, adiantou.

“Respeito a vontade e a decisão do BE, e tal como eu respeito o BE certamente que o BE não deixará de respeitar a posição do PS, que vai ser enunciada na altura própria, que será muito brevemente”, assegurou.

Francisco Assis sublinhou que “respeita e valoriza todas as iniciativas” dos partidos, e que a sua bancada quer “participar no debate político de forma aberta”: “É isso que vamos fazer nos próximos anos”.

“Eu respeito muito as iniciativas de todos os grupos parlamentares e compreendo que apresentem as suas propostas no ‘timing’ que entendem como mais adequado, agora nós temos o nosso próprio ‘timing’, a questão é esta e temos de nos respeitar uns aos outros”, acrescentou.

O programa eleitoral do PS, apresentado no final de Julho, defende o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo, um princípio que já constava da moção que o secretário-geral do PS, José Sócrates, levou ao último congresso do seu partido, no final de Fevereiro, em Espinho.

Sugerir correcção