Discoteca de Inverno abre hoje nos Avenida dos Aliados e fecha a 1 de Janeiro de 2010

Foto
Aliados Winter Club vai funcionar na Pensão Monumental NFACTOS/Fernando Veludo

Durante quatro meses
há movida nos Aliados.
Novo espaço aposta num público menos habitual
em discotecas e na presença de figuras públicas

a Abre hoje à noite e fecha na passagem de ano. Chama-se Aliados Winter Club e é isso mesmo: a versão dos meses frios dos conhecidos beach clubs, que abrem apenas durante o Verão. A discoteca ocupa o rés-do-chão da antiga Pensão Monumental na Avenida dos Aliados, desocupada desde 2001, e quer chamar um total de quatro mil pessoas às quintas-feiras, sextas e sábados.O espaço, voltado para a avenida, foi cedido pela cadeia espanhola que pretende construir um hotel no antigo edifício da Pensão Monumental, edifício dos anos 1920 em vias de classificação. Mesmo assim, o Aliados Winter Club representa um investimento que ronda os 150 mil euros, inteiramente suportado pela Espectacular Produções, empresa de Daniel Martins ligada ao mundo dos eventos e das celebridades (ver caixa). Objectivo: "Ser um ponto âncora da noite da Baixa". A localização ajuda, diz: está entre os Clérigos e a Rua de Passos Manuel, os dois principais pólos nocturnos da zona.
A componente discoteca não é a única do Aliados Winter Club. "Não é uma discoteca, é um espaço de eventos", com uma "agenda cultural que permite cultivar um público que não é habitual em discotecas", prefere dizer o empresário.
À música de dança, juntam-se concertos em formato intimista (estão a ser negociadas actuações de alguns nomes fortes do pop-rock português, mas também do fado, do jazz e da comédia), a presença habitual de figuras públicas (a ex-modelo Cláudia Jacques e a apresentadora e modelo Merche Romero serão as relações públicas do espaço) e noites com música das décadas de 1970 e 80.
As noites temáticas, com música e roupa a preceito, vão ser habituais na programação.
A ideia surgiu no final de Julho e foi concretizada em apenas 30 dias, "no pior mês possível para se tratar do quer que seja", diz, com orgulho, Daniel Martins, que se inspirou nos beach clubs para abrir um espaço com um conceito novo no Porto que pudesse apoiar a delegação norte da Abraço, onde é voluntário. Haverá várias acções para recolher fundos para a Associação de Apoio a Pessoas com VIH/Sida, uma parceira do projecto, e serão distribuídos kits com preservativos.
Em 2010, se a experiência tiver corrido bem, o Winter Club pode ser replicado noutro local. A nova discoteca conta com o apoio da empresa municipal Porto Lazer. Apesar da ajuda, que se traduz em divulgação, o empresário entende que o mérito da actual dinâmica nocturna na Baixa portuense se deve mais a "empreendedores" como ele do que a políticas camarárias.