Stieg Larsson premiado pela luta contra a violência de género

Foto

Prémio póstumo

O escritor sueco Stieg Larsson, conhecido pela sua trilogia "Millenium", foi homenageado postumamente pelo Observatório [espanhol] contra a Violência doméstica e de género. O Observatório considera que o escritor sueco merece este prémio "pela sua contribuição, através da literatura, na visibilidade e denúncia da violência contra as mulheres".

Larsson faleceu em 2004, antes que os seus best-sellers fossem publicados. O primeiro da série intitula-se "Os Homens Que Odeiam As Mulheres", um autêntico sucesso de vendas em todo o mundo. Em Espanha, o escritor tem agora o seu nome como vencedor do V Prémio de Reconhecimento do Trabalho Mais Destacado na Erradicação da Violência de Género (tradução literal do espanhol), edição de 2009, informa o jornal "ABC".

Uma das razões apontadas pelo Observatório para o merecimento do prémio prende-se com o facto de o autor "manifestar que não só é desejável mas possível a construção de uma sociedade livre de violência de género por todos os seus integrantes, mulheres e homens".

A entrega do prémio póstumo terá lugar no próximo dia 21 de Setembro. Eva Gabrielsson, companheira de Larsson durante anos, irá receber o galardão. Estarão presentes na assistência o Ministro da Justiça e a Ministra da Igualdade espanhóis, entre outros.