O melhor do jazz português... e não só!

Foto
Joachim Kühn

a A Jazz.pt, única revista portuguesa especializada em jazz, encontra-se neste momento no quinto ano de publicação ininterrupta. Propriedade do conimbricence JACC - Jazz Ao Centro Clube, a revista aproveita para celebrar a longevidade organizando a segunda edição do seu próprio festival de jazz. Os concertos decorrem nos dois primeiros fins-de-semana de Setembro e têm lugar em Lisboa (no Hot Clube e Parque Mayer) e Évora (Praça do Giraldo, Teatro Municipal Garcia de Resende e Espaço Celeiros).A programação do festival está estrategicamente focada num conjunto de grupos nacionais que vão aproveitar a ocasião para lançamentos de discos (ou apresentações de discos a editar em breve). Os grupos que compõe o cartaz representam ainda algum do jazz mais criativo que se faz actualmente no nosso país, juntando-se também formações internacionais que contam com músicos portugueses nas suas fileiras. Exemplos destas ligações transnacionais são o Quintetto Harafè (grupo co-liderado pelo italiano Angelo Olivieri e pelo luso-brasileiro Alípio C Neto), o Nobuyasu Furuya Trio (o saxofonista japonês colabora com a dupla rítmica Hernâni Faustino e Gabriel Ferrandini) e o Ricardo Luppi's Murmure (projecto italiano que conta com o baterista João Lobo).
São vários e muito diversificados os projectos que vão passar pelos diferentes palcos do festival: LUME (big band em versão pós-moderna, de Duke Ellington a Frank Zappa), Mikado Lab (jazz lounge, atípico e divertido), João Lencastre's Communion (jazz straight ahead com convidados estrangeiros), Rodrigo Amado Motion Trio (free jazz enérgico), Júlio Resende Quarteto (novo grupo internacional do pianista), Jeffery Davis Quartet (jazz aberto à música contemporânea, guiado pelo vibrafone), Jorge Moniz Quarteto (banda em crescimento, com influências mediterrânicas), Nuno Costa Quinteto (jazz de cariz cinematográfico), Big Band da Nazaré (big band na tradição clássica), Paulo Gaspar & Friends (homenagem a Benny Goodman) e Combos da Universidade de Évora (grupos formados pelos alunos).
Além dos projectos nacionais, há dois projectos exclusivamente internacionais que se destacam na programação. O Alberto Pinton/Jonas Kullhammar Quartet vai apresentar o novo disco Chant (Clean Feed), uma música que balança entre o hardbop e o free jazz - o disco foi gravado ao vivo no Jazz Ao Centro 2008. Já o trio Moods, que reúne os históricos Joachim Kühn (piano), Miroslav Vitous (contrabaixo) e Daniel Humair (bateria), apresentará aquele que é provavelmente o concerto mais aguardado do festival - enquadrado na programação Lisboa Ao Parque, o concerto deste supertrio terá lugar no Parque Mayer.