Exibido no dia em que morreu raul Solnado, aos 79 anos

“As Divinas Comédias”, com Solnado e Bruno Nogueira, foi ontem o programa mais visto da RTP

O primeiro programa de "As Divinas Comédias" passou ontem
Foto
O primeiro programa de "As Divinas Comédias" passou ontem DR

“As Divinas Comédias”, a série de quatro programas que ontem se iniciou na RTP, após o Telejornal, onde Raul Solnado e Bruno Nogueira apresentam uma retrospectiva do humor nacional nos últimos 50 anos, foi o programa mais visto do dia na RTP, e o sétimo no top 10 do dia.

A notícia de que Raul Solnado, falecido ontem, tinha conseguido acabar de gravar a série de quatro programas sobre o humor em Portugal, assinado pelas Produções Fictícias e pela produtora “Até ao fim do mundo”, veio ontem a meio da tarde, avançada em primeira mão pelo PÚBLICO. Uma maratona ao longo do dia permitiu à estação pública antecipar a colocação em grelha do primeiro programa e colocá-lo no ar logo a seguir ao Telejornal. O resultado foi um share de 24,2 por cento.

Mesmo assim foi o sétimo programa mais visto do dia em termos gerais. Ganharam o dia a Eusébio Cup, que opôs o Benfica ao AC Milan e que foi transmitida pela SIC, que teve 47 por cento do share, e o Jornal da Noite da SIC, que passou mais tarde, a seguir ao jogo, com um share de 36,2 por cento.

Com voz-off de Nuno Markl, a série de quatro programas faz um périplo pelo humor nos últimos 50 anos, praticamente os mesmos que Portugal tem de televisão, numa viagem no tempo onde brilham Raul Solnado, Ivone Silva, Nicolau Breyner, Herman José, Gato Fedorento, Camilo de Oliveira, entre outros. O segundo programa passa hoje a seguir à SuperTaça Cândido de Oliveira. Os dois últimos passam amanhã e terça-feira, logo a seguir ao Telejornal. Cada episódio dura 50 minutos.