Cartaxo terá "Cidade do Conhecimento" dentro de cinco anos

Foto
O empreendimento foi disputado por Oeiras, Aveiro e Cartaxo PÚBLICO

Para o presidente da Câmara do Cartaxo a "Cidade do Conhecimento", que envolve o município, o internacional Pitroda Group e ainda o Banco Efisa, visa a criação de um "cluster de conhecimento" que deverá ser capaz de atrair investigadores e investimento de todo o mundo.

A Câmara do Cartaxo disponibiliza 190 hectares de terreno, junto ao nó de acesso à A1, para receber o futuro "centro de tecnologia e inovação", que pretende ser "uma alavanca de transformação do modelo de desenvolvimento económico português", segundo o socialista Paulo Caldas.

Concebido pelo internacional Pitroda Group, a "Knowledge City", que se traduz no conhecimento como negócio, "é um local onde pessoas e empresas vivem, trabalham, colaboram e inovam em conjunto" sintetizou o presidente, Sam Pitroda. O autarca defende que este projecto deverá ser visto como "uma fonte geradora de negócio, auto-sustentável, vocacionada para o desenvolvimento de produtos e serviços inovadores que fomente o emprego e melhore a competitividade do país".

As Cidades do Conhecimento diferem dos Parques Tecnológicos ou dos Pólos Empresariais em termos da "obtenção de uma escala, sinergias e massa crítica superiores". "A nossa expectativa é de que o projecto estará no terreno dentro de cinco anos mas poderá começar a funcionar antes", disse Sam Pitroda.

Dependente de investimentos nacionais e estrangeiros para a sua viabilização, o mentor do projecto não está preocupado tendo em conta a conjuntura económica internacional. "Dentro de dois anos a crise estará superada e a crise tem de ser vista como uma oportunidade".

Oeiras e Aveiro também entraram na corrida para ganhar o projecto mas "a proximidade a Lisboa e o entusiasmo do presidente da câmara fez com que a escolha recaísse no Cartaxo", disse à Lusa Karim Vakil, presidente do Banco Efisa.

Sam Pitroda vem desenvolvendo, nos últimos 40 anos, actividade no sector das telecomunicações nos EUA, Europa e Índia. É o actual presidente do National Knowledge Commission - NKC na Índia, que é órgão consultivo do primeiro-ministro indiano. Actualmente Sam Pitroda está a desenvolver no México o conceito de Knowledge City.

Sugerir correcção
Comentar