Sentença lida há instantes

Madoff condenado a 150 anos por maior fraude financeira da história

Madoff disse que não tem perdão
Foto
Madoff disse que não tem perdão Reuters

Bernard Madoff foi hoje condenado a 150 anos de prisão por um tribunal de Manhattan por ter cometido a maior fraude financeira da história.

Antes da leitura da sentença, Bernard Madoff disse ao juiz que os crimes que cometeu não têm desculpa.

“[Irei] viver com esta dor, este tormento para o resto da minha vida”, disse também o investidor, de 71 anos.

Durante a sessão, Madoff ouviu depoimentos das vítimas da fraude que cometeu e pela qual reconhece danos provocados superiores a 50 mil milhões de dólares, numa sessão que teve início no tribunal de Nova Iorque ao início da tarde (hora de Lisboa).

Em Março passado, Madoff tinha-se reconhecido culpado de 11 acusações.

Segundo a BBC, o juiz, Denny Chin, considerou a fraude perpetrada por Madoff “assombrosa” e notou que “a quebra de confiança foi massiva”.

A pena escolhida foi recebida com aplausos por parte do público que assistiu ao julgamento.

Notícia actualizada às 17h00
Sugerir correcção