PCP vai abster-se na moção de censura ao Governo

Para o PCP, "há muitas e boas razões para censurar o Governo", mas as razões do CDS-PP "são manifestamente diferentes" das dos comunistas e por isso a bancada comunista optará pela abstenção.

"A moção contará com a nossa abstenção, não porque não queiramos e não continuemos a censurar o Governo mas porque os nossos fundamentos para a censura são diferentes do que o CDS apresenta", disse Bernardino Soares, em declarações aos jornalistas na Assembleia da República. Na perspectiva do PCP, sublinhou Soares, as razões para uma censura ao Governo seriam "uma política de direita que tanto mal tem feito ao país e aos portugueses" ou "uma política que tanto desemprego, tanta precariedade e desigualdade tem criado".