Orlando Alves votou na Cruz Quebrada

Europeias: PCTP/MRPP diz que "vitória" será "aumento da votação" em relação ao último sufrágio europeu

O cabeça-de-lista do às europeias, Orlando Alves, afirmou à agência Lusa que uma "vitória" nas eleições de hoje para o partido será "um aumento da votação" em relação ao último sufrágio europeu.

Nas últimas europeias, o PCTP/MRPP conseguiu 1,06 por cento dos votos, correspondentes a 36 mil votos.

Depois de ter votado na Escola Básica Número Um/Pinheiro Chagas, na Cruz Quebrada, o candidato sublinhou a confiança numa votação que "corresponda à campanha eleitoral" desenvolvida pelo PCTP/MRPP, mesmo reconhecendo esperar uma "elevada abstenção" no sufrágio de hoje.

A abstenção, na visão do cabeça-de-lista, ficará a dever-se "sobretudo ao PS e ao PSD" e às suas campanhas "não centradas na Europa", antes em "política interna e tricas pessoais".

Orlando Alves reconheceu à Lusa que os resultados de hoje poderão servir como "ensaio" para as legislativas a decorrer este ano: "No fundo devemos ver as eleições europeias como as primárias", referiu.