Obra completa dos Beatles vai ser lançada a 9 de Setembro

Foto
REUTERS/Buena Vista Home

Para além duma caixa com 14 discos, haverá um jogo vídeo.

09/09/09. Não terá sido ao acaso que as editoras Apple Corps Ltd. e EMI Music escolheram uma data assim facilmente memorizável, que entra no ouvido tão rapidamente quanto a música dos Beatles: no dia 9 de Setembro, vai ser finalmente lançado o catálogo integral das canções dos Fab Four, com o som remasterizado digitalmente, que simultaneamente retém e valoriza a autenticidade das obras.

O anúncio do lançamento da discografia completa dos Beatles foi feito na quarta-feira, em Londres, num comunicado assinado pelas duas editoras, e que especifica que incluirá 14 discos: os 12 primeiros álbuns de originais gravados em estúdio, de "Please Please Me" (1963) a "Let It Be" (1970), mais a banda sonora de "Magical Mystery Tour", de 1967, mas que só passou a integrar o catálogo oficial da banda aquando da sua edição em CD, em 1987, e um último disco reunindo os dois volumes da colectânea "Past Masters" (1973).

Cada um dos discos desta colecção - que poderão também ser adquiridos isoladamente - será acompanhado com um booklet contendo notas históricas e fotografias inéditas e ainda um mini-documentário sobre a respectiva gravação, realizado por Bob Smeaton. Os filmes incluirão gravações de arquivo e o registo de conversas dos músicos em estúdio nunca até agora divulgadas, e que permitirão conhecer o ambiente em que foram criadas as canções daquela que se tornaria na mais famosa banda do mundo.

Em simultâneo com a colectânea será também lançado, na mesma data, um jogo vídeo, "The Beatles: Rock Band", que assinala a entrada da música e das figuras de John Lennon, George Harrison, Paul McCartney e Ringo Starr neste mundo do realidade virtual. O jogo é um projecto desenvolvido por Dhani Harrison (filho de George), que anunciou que incluirá também materiais inéditos.

Autenticidade original

O lançamento desta Obra Completa da banda de Liverpool foi tornado possível pelo trabalho de uma equipa de engenheiros nos históricos estúdios Abbey Road, em Londres, que demoraram quatro anos a remasterizar as velhas gravações utilizando simultaneamente o equipamento do estúdio da época e as tecnologias actuais mais sofisticadas, de forma a assegurar "a mais elevada fidelidade que o catálogo jamais teve desde a gravação original", realça o comunicado da Apple e EMI.

Com esta edição, "será a primeira vez que os primeiros quatro álbuns da banda - o já citado "Please Please Me" e "With the Beatles", também de 1963, "A Hard Day's Night" e "Beatles for Sale", ambos de 1964 - ficarão disponíveis em estereofonia e na íntegra em CD", diz o comunicado. Mas os coleccionadores mais ciosos da autenticidade histórica vão ter direito a uma tiragem especial: uma segunda caixa, intitulada "The Beatles in Mono", reúne todas as gravações e misturas da banda realizadas em mono. Esta edição especial contém doze discos com os álbuns apresentados nas suas versões originais - e, como bónus, inclui as versões estereofónicas de "Help" e "Rubber Soul", ambos de 1965.

No final do comunicado, a Apple e a EMI evitam comentar a sempre tão falada distribuição do catálogo dos Beatles on line. "Neste momento, não temos mais nenhuma informação sobre esse assunto", referem as editoras.

Os Beatles são, presentemente, das poucas grandes bandas que não disponibilizaram ainda a sua música no iTunes, mas, diz a Reuters, o acordo entretanto estabelecido entre a Apple Inc e a Apple Corps Ltd., na sequência da disputa pelos direitos sobre a banda, em 2007, pode ter aberto o caminho para a chegada definitiva da sua música à internet.