Cerimónia decorreu em Zurique

Suíça integra a partir de hoje o espaço Schengen

O acordo abrange fronteiras terrestres, aéreas e marítimas
Foto
O acordo abrange fronteiras terrestres, aéreas e marítimas Georgios Kefalas/Reuters (arquivo)

A Suíça passou hoje a integrar o espaço Schengen, um marco que foi assinalado numa cerimónia que decorreu esta manhã em Zurique. A adesão deste país foi viabilizada pelo projecto Sisone4all, uma iniciativa portuguesa que tinha já permitido impulsionar a abertura das fronteiras aos Estados da União Europeia que ainda não pertenciam a este espaço.

A 30 de Março de 2008 o espaço Schengen foi ampliado a nove países que entraram na União Europeia em 2004, com a eliminação dos controlos fronteiriços nos aeroportos para as viagens entre os Estados que integram a chamada Europa Sem Fronteiras.

Estónia, Letónia, Lituânia, Polónia, Hungria, República Checa, Eslovénia, Malta e Eslováquia passaram a fazer parte da lista dos países da Europa com livre circulação de cidadãos, o que tinha sido aprovado na reunião do Conselho JAI (Justiça e Assuntos Internos) e se encontrava garantido desde Dezembro de 2007, mas apenas por via terrestre e marítima.

Actualmente, todos os países da UE integram o espaço Schengen, excepto a Irlanda e o Reino Unido que se recusaram a participar, e Chipre, Bulgária e Roménia que ainda não concluíram os preparativos para levantar o controlo. Outros Estados como a Noruega e a Islândia fazem também parte da Europa Sem Fronteiras.

O espaço Schengen, que deve o seu nome à zona do Luxemburgo onde se assinou a sua criação, abrange mais de 400 milhões de pessoas quase quatro milhões de quilómetros quadrados. O alargamento foi aprovado pelos ministros europeus em Novembro de 2007, depois de verificarem que os países cumpriam todos os requisitos estabelecidos. A UE pretende facilitar as viagens dos cidadãos, em especial nos aeroportos onde se formam grandes filas. O novo regime beneficia também os cidadãos de países externos ao espaço, que só necessitam de um visto para circular dentro dele.