PSP apreende livro de pintura por considerar conteúdo pornográfico

Foto

Polícia de Braga guarda esclarecimentos para hoje. Quadro realista de Gustave Courbet foi alvo de denúncia de popular

Vários exemplares de um livro com uma obra de Gustave Courbet na capa foram anteontem apreendidos pela PSP de Braga, numa feira de livros a preço de saldo, que decorre no centro da cidade. O conteúdo da capa da publicação foi considerado "pornográfico" pela polícia.

A "origem do mundo", um quadro realista do século XIX, estava na capa do livro e motivou uma queixa de um cidadão que entendeu que o seu conteúdo era ofensivo.

No domingo, um indivíduo que visitava a feira do livro, que decorre na Arcada, na zona nobre da cidade, exigiu junto dos promotores da iniciativa que estes retirassem os livros de pintura, por considerar a capa ofensiva. Os responsáveis da Inovação à Leitura, a distribuidora que organiza a feira há cinco anos, recusaram-se aceitar a exigência, o que motivou uma queixa feita à PSP na tarde de domingo.

Três agentes da força policial estiveram, pouco tempo depois, na feira do livro, tendo confiscado todos os exemplares da obra de pintura. No auto de apreensão, a PSP considera que a capa "apresenta cenas com conteúdo pornográfico, estando os mesmos expostos ao público". Contactados pelo PÚBLICO, os responsáveis da esquadra da PSP de Braga não quiseram prestar declarações sobre o caso, reservando para hoje mais explicações sobre o sucedido.

Um dos sócios da empresa que organiza o certame, António Lopes, está "indignado" com a atitude da PSP. O empresário considera a actuação das forças policiais "uma atentado à liberdade" e cataloga a actuação da polícia como "abuso de autoridade".

"Chegaram aqui sem mandato judicial baseando-se apenas numa denúncia. É um verdadeiro acto censório", acusa.

"A origem do mundo" é uma das obras fundamentais de Gustave Courbet e retrata o ventre e o sexo de uma mulher, de forma realista. A obra de um dos principais nomes daquela corrente estética, foi pintada em 1866 e está exposta no Museu D'Orsay, em Paris.

A feira do livro em saldo começou no passado fim-de-semana e prolonga- se até ao dia 8 de Março. O evento, que vai na sua quinta edição, vende livros a preços convidativos e é organizada pela distribuidora bracarense Inovação à Leitura, uma empresa que opera na região desde 2004. Na Praça da República, no centro de Braga, estão à venda milhares de títulos de diversos géneros, entre livros infantis, publicações temáticas, culinária, jardinagem, religião e ficção.