Académica 3-1 Marítimo: Mais três pontos em Coimbra

Não há nenhum sítio como a nossa casa, pensará a Académica. O clube de Domingos Paciência é o que depende mais do seu estádio para pontuar na Liga. Hoje, ganhou 3-1 ao Marítimo, a quinta equipa a cair em Coimbra.

Depois de duas derrotas seguidas como visitante (em Vila do Conde e Setúbal), golos do central Luiz Nunes, de Lito e de Licá construíram o sucesso da Académica no jogo mil da equipa no estádio municipal de Coimbra. Foi a 562.ª vitória em 60 anos de história do recinto – que também foi palco de 205 empates e 233 derrotas da Briosa.

A Académica conquistou 19 dos seus 21 pontos na Liga em casa, ou seja, 90,5 por cento da sua pontuação foi obtida em Coimbra. O Rio Ave é a equipa que mais se aproxima desta dependência do seu estádio: 87,5 por cento (14 de 16 pontos).

Para já, só um visitante saiu de Coimbra com um sorriso de orelha a orelha, o Benfica, o único capaz de ganhar no Calhabé. A vitória serviu para a Académica subir ao 10.º lugar e também para fazer as pazes com os seus adeptos, que contestavam a capacidade da equipa.

Por seu turno, o Marítimo desaproveitou o deslize do Nacional e viu o Braga, agora o quinto classificado, descolar para três pontos de vantagem.

Foi através de uma recarga que Luiz Nunes inaugurou o marcador, logo aos 5’. Baba conseguiu o empate (e o seu sexto golo no campeonato) aos 33’, também numa recarga. Mas a igualdade não durou muito: Madej, que até hoje só tinha 45 minutos de Liga, assistiu para o golo de cabeça de Lito (45’). Já perto do fim (88’), Licá fez o 3-1 num bom remate.

Ficha de jogo

Jogo no Estádio Cidade de Coimbra. Assistência 3.654 espectadores.
Académica Peskovic, Pedrinho, Luiz Nunes, Amoreirinha (Gonçalo, 78’), Pedro Costa, Nuno Piloto, Tiero, Cris, Madej, Lito (Licá, 68’), Saleiro (Éder, 74’).
Marítimo Marcos, Briguel, João Guilherme, Fernando Cardozo, Taka (Manu, 71’), Rodrigo, Bruno, Miguelito, Marcinho, Ytalo (Vítor Júnior, 80’), Baba.
Árbitro Paulo Batista, de Portalegre.
Amarelos Luiz Nunes (44’), Bruno (70’), Tiero (72’).
Golos 1-0, por Luiz Nunes, aos 5’; 1-1, por Baba, aos 33’; 2-1, por Lito, aos 45’; 3-1, por Licá, aos 88’.