Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Beja

Beja: Caloiros praxados com plantação de árvores e limpeza da mata municipal

Limpar as matas foi uma das tarefas entregues aos caloiros
Foto
Limpar as matas foi uma das tarefas entregues aos caloiros Nélson Garrido

Alunos caloiros da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Beja (ESTIG), uma das quatro do Instituto Politécnico local, vão ser praxados quinta-feira com plantação de árvores na cidade e trabalhos de limpeza da mata municipal.

A partir das 10h30, "cerca de 120 caloiros", acompanhados de alunos veteranos e com o apoio da Câmara, vão plantar oito árvores junto à residência de estudantes do Instituto Politécnico de Beja (IPB) situada perto da Escola Superior Agrária, disse hoje à agência Lusa Ana Catarina, da comissão de praxes da ESTIG.

Após a plantação das árvores e à semelhança da acção de praxe aplicada no ano passado pela ESTIG, os calorios deste ano, equipados com luvas, máscaras e sacos de plástico, também vão limpar a mata municipal de Beja, acrescentou Ana Catarina.

"É um exemplo do espírito construtivo das praxes do IPB, que, longe de humilhar os novos alunos, procuram sempre ter uma componente cívica e inserir os caloiros na vida académica e na cidade", disse à Lusa César Correia, da Associação de Estudantes da ESTIG.

Nesta lógica, no ano passado, caloiros da ESTIG foram praxados com trabalhos de limpeza da mata municipal e, em 2006, alunos da Escola Superior de Educação de Beja, outra das quatro escolas do IPB, foram praxados com trabalho voluntário no canil municipal.

"As praxes no IPB pretendem estimular a cooperação e a fraternidade entre os caloiros e os veteranos", disse César Correia, salientando que "os alunos só são praxados se quiserem".