Joga final frente ao FC Porto

Taça de Portugal: Sporting derrota Benfica por 5-3

O Sporting joga na final da Taça de Portugal com o FC Porto
Foto
O Sporting joga na final da Taça de Portugal com o FC Porto Nuno Ferreira Santos

O Sporting vai defrontar o FC Porto na final da Taça de Portugal (18 de Maio) depois de ter derrotado o Benfica por 5-3, no Estádio José Alvalade. Na partida das meias-finais entre os dois rivais de Lisboa, o Benfica esteve a vencer por 2-0, com golos de Rui Costa (19’) e Nuno Gomes (30’). Mas o Sporting deu a volta ao marcador no segundo tempo. Yannick (67’), Liedson (76’) e Derlei (79’) marcaram os golos que consumaram a reviravolta. Rodríguez (82’) ainda empatou para o Benfica, mas Yannick (84’) colocou novamente os “leões” em vantagem, que selaram o triunfo com um golo de Vukcevic (90’+3’).

A primeira parte foi totalmente dominada pelo Benfica. Os “encarnados” saíam com muita velocidade e acerto para o ataque e construíram diversos lances de golo. Uma boa triangulação entre Dí Maria e Rui Costa, permitiu ao médio benfiquista inaugurar o marcador. Pouco depois, um cruzamento bem medido de Léo foi aproveitado por Nuno Gomes, que aproveitou o corte falhado de Miguel Veloso. Durante o primeiro tempo, houve mais dois lances que causaram polémica na área sportinguista. Um envolvendo Rui Patrício e Di María, com o jogador argentino a cair no relvado, outro com Luisão a ser puxado na área leonina, sendo impedido de saltar.

No segundo tempo, foi o Sporting a mandar na partida. O Benfica deixou de conseguir sair para o ataque e o Sporting foi, lentamente, empurrando o adversário para junto da sua baliza. E em menos de 15 minutos os “leões” deram a volta ao resultado, primeiro num desvio oportuno de Yannick já na pequena área; depois num remate na zona de penálti de Liedson e, por fim, com Derlei a surgir solto na pequena área benfiquista e a voltar aos golos, no jogo que marcou o seu regresso à competição depois de uma longa paragem.

Quando todos já pensavam que a partida estava decidida, o Benfica foi capaz de empatar, num lance em que Rodríguez aproveitou um ressalto de bola à entrada da área sportinguista e “fuzilou” Rui Patrício. Mas o Sporting não se deu por vencido e, apesar de só faltarem oito minutos para os 90, foi capaz de voltar a chegar à vantagem, num remate de Yannick, de fora da área, que ainda foi desviado por Luisão.

Já nos descontos, Vukcevic fechou a contagem, num grande golo após um contra-ataque. O Sporting estava na final da Taça de Portugal e afastava o Benfica da única competição que ainda podia vencer esta temporada.