Prémio Goya

"Fado da Saudade" de Carlos do Carmo arrebata galardão para Melhor Canção Original

Carlos do Carmo afirmou-se surpreso e feliz com a distinção
Foto
Carlos do Carmo afirmou-se surpreso e feliz com a distinção Nelson Garrido/PÚBLICO (arquivo)

"Fado da saudade", de Carlos do Carmo e Fernando Pinto do Amaral, venceu hoje o prémio Goya para Melhor Canção Original na 22ª edição dos prémio Goya, a decorrer no Palácio dos Congressos, em Madrid.

O fadista Carlos do Carmo, afirmou-se surpreso e feliz pela distinção da Academia Espanhola das Artes Cinematográficas.

"Foi uma surpresa a nomeação e maravilhoso ter recebido este prémio", disse hoje à Lusa Carlos do Carmo.

A canção vencedora, "Fado da Saudade", integrante da banda sonora do filme “Fados” de Carlos Saura, tem poema de Fernando Pinto Amaral que afirmou que "se este for mais um contributo para o fado, fico feliz".

Os prémios Goya são o equivalente aos Óscares para o cinema espanhol. A cerimónia da XXII edição dos Goya, entregue pela Academia de Cinema de Espanha, realizou-se no Palácio de Congressos de Madrid.