Há vida em Trafalgar Square (para além da coluna de Nelson)

Os suricatos de Tracey Emin, o céu de Anish Kapoor, o Iraque de Jeremy Doller, o navio de Yinka Shonibare, os néons de Bob & Roberta Smith ou o homem da rua de Antony Gormley? Resposta em breve, no quarto plinto.

a Não se sabe ainda se o plinto vazio em Trafalgar Square vai ser ocupado por um grupo de mamíferos do deserto do Kalahari, pelo nevoeiro cerrado de Londres, por um carro desfeito de matrícula iraquiana, por uma versão africanista do HMS Victory (o último navio do almirante Nelson), por um slogan anti-guerra em francês (a língua que em Trafalgar talvez tenha começado a perder uma guerra, além de uma batalha) ou pelo cidadão comum - eu, tu, ele, nós, vós, eles, pode vir a ser assim tão democrático. Mas já se sabe que, quer os ocupantes definitivos do quarto plinto sejam os suricatos de Tracey Emin, o céu de Anish Kap