Referências ao caso da licenciatura foram retiradas

Página de Sócrates na Wikipédia alterada num computador do Governo

Computador da rede do Governo foi usado para "limpar" a biografia de Sócrates na enciclopédia online
Foto
Computador da rede do Governo foi usado para "limpar" a biografia de Sócrates na enciclopédia online João Cortesão Gomes/PÚBLICO

Um cibernauta anónimo usou um computador do Governo para retirar da página da Wikipédia dedicada ao primeiro-ministro todas as referências ao caso da licenciatura na Universidade Independente (UnI). A descoberta foi feita com uma ferramenta criada recentemente por um doutorando americano e foi publicada no blogue colectivo de esquerda Zero de Conduta.

A 2 de Abril, duas semanas depois de o PÚBLICO publicar uma investigação sobre a licenciatura de Sócrates, um utilizador apagou a totalidade do parágrafo alusivo ao caso da UnI e eliminou ainda a menção ao facto de esta ser uma instituição privada.

A Wikipédia, contudo, guarda as inúmeras alterações feitas a cada uma das suas páginas (de forma a que versões anteriores de uma entrada possam ser recuperadas) e referências ao caso Independente acabaram por voltar a ser introduzidas Uma semana mais tarde, porém, o mesmo computador foi usado para retirar novamente todas as alusões à polémica (incluindo os links para as notícias da comunicação social).

As alterações (que decorreram sempre entre o meio-dia e as 14h30) foram feitas na versão inglesa da enciclopédia on-line, numa altura em que também a página portuguesa era alvo de constantes mudanças.

Através do endereço de IP (um número que é registado pela Wikipédia e que identifica todos os dispositivos numa rede informática) do computador usado, é possível determinar que se trata de uma máquina sob a alçada do Centro de Gestão da Rede Informática do Governo. Depois de um contacto inicial do PÚBLICO, Rui Silva, um representante do centro, acabou por afi rmar ter instruções da direcção para não comentar.

As regras da Wikipédia pedem uma edição neutral dos artigos, sem intervenção de partes interessadas, e classificam como vandalismo a eliminação não justificada de informação. Actualmente, existe na página de Sócrates uma secção dedicada ao caso Independente.