Inquérito do Eurobarómetro sobre política de transportes

Portugueses entre os europeus que menos andam de bicicleta

Apenas um por cento dos portugueses pedala no dia-a-dia
Foto
Apenas um por cento dos portugueses pedala no dia-a-dia Adriano Miranda/PÚBLICO

Portugal é dos países da União Europeia onde menos se utiliza a bicicleta como principal meio de transporte, com apenas um por cento dos portugueses a pedalar no dia-a-dia, revela um inquérito do Eurobarómetro sobre mobilidade divulgado hoje pela Comissão Europeia.

Portugal é o terceiro Estado-membro da UE onde menos se utiliza a bicicleta, eleita como o principal meio de transporte para as actividades diárias por 8,7 por cento dos europeus.

A Holanda é o país onde a bicicleta é mais popular, com 40 por cento de ciclistas, seguida da Dinamarca (23,4 por cento), enquanto no extremo oposto apenas luxemburgueses (0,6 por cento) e malteses (0,8) recorrem menos às biciletas do que os portugueses.

O automóvel é o meio de transporte preferido dos portugueses (56,3 por cento, acima da média comunitária de 51,4 por cento), seguido dos transportes públicos, utilizados por um quarto dos inquiridos (25,2 por cento), e pela marcha, já que 14,8 por cento respondem que caminham nas actividades do dia-a-dia, surgindo a moto quase a par da bicicleta (1,1 por cento).

Transportes públicos para melhorar trânsito nas cidades

Questionados sobre as medidas que poderiam melhorar a situação do trânsito na cidade onde vivem, a maioria dos portugueses inquiridos — 59,7 por cento, o segundo valor mais elevado da UE a 27 — aponta a necessidade de melhores transportes públicos.

Para 40 por cento dos portugueses, a medida mais adequada para melhorar os transportes públicos, de modo a desencorajar a utilização do automóvel, é torná-los mais regulares e pontuais, enquanto 21,1 por cento reclamam melhores ligações para os destinos habituais.

O inquérito foi realizado entre Maio e Julho, tendo em Portugal sido inquiridas mil pessoas pela Consulmark.

Sugerir correcção