Descoberto o autor de biografia falsa na enciclopédia on-line Wikipédia

Foi identificado o autor da biografia falsa na Wikipédia, uma enciclopédia on-line que, até este incidente, aceitava contribuições de qualquer cibernauta anónimo, mas que agora já só aceita entradas de colaboradores registados. O falsificador, Brian Chase, norte-americano do estado do Tennessee, apresentou desculpas formais, disse que tudo fez parte de uma brincadeira destinada a um colega seu e que não lhe passou pela cabeça que alguém levasse a sério a dita enciclopédia on-line. A vítima da biografia falseada, Jonh Seigenthaler, de 78 anos, que nos anos 60 foi assessor do procurador-geral dos EUA, Robert Kennedy, descobriu que, durante 132 dias, constavam factos falsos na entrada com o seu nome da Wikipédia. Nomeadamente, que estaria envolvido nos assassinatos de Jonh e Robert Kennedy e que teria vivido na União Soviética de 1971 a 1984. A denúncia rebentou com uma notícia assinada pelo próprio a 29 de Novembro no diário USA Today, jornal em que trabalhou como colunista e responsável da página de opinião.
O falsificador, Brian Chase, de 38 anos e gerente de uma pequena empresa de estafetas em Nashville, no estado do Tennessee, escreveu uma carta a Seigenthaler desculpando-se pelo incidente. Explicou que tudo fez parte de uma brincadeira destinada a um colega, com quem costumava discutir sobre os Seigenthaler, família homónima autóctone de Nashville.
"Não pensei duas vezes quando falseei a entrada, porque pensei que ninguém a tomaria a sério por mais que dois segundos", declara Chase na sua carta, que termina com o aviso da sua demissão da empresa.
Seigenthaler aceitou o pedido de desculpas e apelou ao chefe de Chase para que este não aceite o seu pedido de demissão. "Ainda bem que este aspecto do problema ficou resolvido", declarou Seigenthaler ao USA Today. No entanto, este revela alguma preocupação que "qualquer a biografia na Wikipédia seja afectada por este tipo de coisas - imagine o que poderá acontecer com Hilary Clinton... Tenho receio que o resultado disto seja termos o governo a regulamentar a Internet".
Em resposta ao incidente, a Wikipédia fez alterações de fundo à sua política de funcionamento, pelo que agora só colaboradores registados poderão acrescentar entradas. Deste modo, os responsáveis da Wikipédia prevêem que o numero de artigos diminuirá de milhares para aproximadamente 1500, mas que esse facto aumentará significativamente a qualidade do que é escrito.
A Wikipédia é um dos principais projectos da nova fase de desenvolvimento da Internet, chamada Web 2.0, que visa mudar o formato da World Wide Web estabelecida nos anos 90. Neste novo formato, a Internet possui maior liberdade de partilha e utilização dos seus conteúdos. Isto traduz-se numa comunicação mais aberta entre os diversos utilizadores, típica dos formatos que hoje se conhecem dos weblogs (plataformas de fácil publicação de conteúdos utilizáveis por qualquer pessoa) e dos wikis (páginas que podem ser editadas por qualquer utilizador).
Brian Chase tem agora entrada biográfica na Wikipédia como o "intrujão da Wikipédia".

Sugerir correcção