Petit: "Estão a tentar fazer de mim um sarrafeiro"

Jogador do Benfica foi ouvido na Liga e está convencido que não há motivo para ser castigado pelo lance com Targino

Petit foi ontem ouvido pela Comissão Disciplinar da Liga, no Porto, na sequência do processo sumaríssimo que lhe foi movido pela entrada sobre Targino no triunfo do Benfica sobre o Guimarães, na 6.ª jornada da liga. Depois de prestar declarações, o jogador mostrou-se convencido de que não irá ser castigado, comparando o seu lance com o que motivou a expulsão do portista Bruno Alves no FC Porto-Benfica. "Vi um jogador levar dois jogos por uma agressão. Pelo que vi no sábado, acharia estranho se eu apanhasse algum jogo..." .O atleta benfiquista crê que lhe estão a tentar dar uma fama de jogador violento, o que ele nega. "Estão a tentar fazer de mim um sarrafeiro". Petit defendeu-se dizendo que não pretendia lesionar o avançado do Guimarães. "Sou um jogador duro, mas não sou maldoso e nunca provoquei lesões." E referiu que o lance com Targino "não foi uma entrada maldosa", recordando que já pediu desculpas ao adversário. Petit também criticou o FC Porto: "Fez tudo para eu não jogar no Dragão".
O Benfica prescindiu dos depoimentos de Simão e Manuel Fernandes, indicados como testemunhas de Petit, de forma a acelerar o processo, uma vez que o Benfica espera que o jogador, caso seja castigado, cumpra castigo no jogo com o Leixões, relativo à Taça de Portugal. A conclusão do sumaríssimo deverá ser divulgada na próxima segunda-feira. Ronald Koeman falará hoje sobre o jogo com o Estrela, mas Toni, técnico da equipa da Amadora, já analisou ontem os "encarnados". "O Benfica tem uma equipa forte e revela muita confiança. Pratica um bom futebol, defende melhor do que anteriormente e apresenta uma boa circulação de bola", referiu Toni.
Clube aumentou receitas e diminuiu passivo
Entretanto, o Benfica divulgou uma parte das contas do exercício de 2004-05 do clube, que serão apreciadas esta noite numa assembleia geral extraordinária. Segundo o comunicado difundido, o relatório reflecte um crescimento de 24 por cento das receitas e uma redução em 11 por cento do passivo, que é agora de 2.295.946 euros. O Benfica destaca ainda a liquidação de 4,3 milhões de euros de passivo bancário.
As receitas reflectem o aumento de 26 por cento nos patrocínios (mais 928 mil) e 26 por cento na quotização (de 7,6 milhões em 2003-04 para os 9,6 de 2004-05), valor já influenciado pela campanha do Kit Novo Sócio. Por outro lado, crescem 339 por cento as inscrições e mensalidades para o futebol de formação, modalidades e campo de férias, enquanto os proveitos suplementares aumentam 23,7 por cento, graças à cedência de um direito de exploração de um posto de combustível à Petrogal. Nos gastos destaca-se o aumento de 10,9 por cento com custos de pessoal, sobretudo ordenados de atletas (928 mil euros), e a resolução de casos pendentes no contencioso, entre os quais acordos com Tiago (um impacte de um milhão de euros), o actual jogador do Boavista, e Sven Goran-Eriksson.

Leixões-Benfica é no BessaO Estádio do Bessa vai ser o palco, na quarta-feira, da recepção do Leixões ao Benfica, em jogo da quarta eliminatória da Taça de Portugal. A equipa de Matosinhos preferiu jogar com o campeão nacional no recinto do Boavista (30 mil lugares) do que no seu Estádio do Mar (8500 lugares) devido às perspectivas de ter uma grande assistência e também para possibilitar a transmissão televisiva da partida, que será emitida em directo na RTP1 (19h45). com Lusa