Era governadora do Banco Central do país

Maria do Carmo Trovoada Silveira nomeada primeira-ministra de São Tomé e Príncipe

Maria do Carmo Trovoada Silveira foi o nome escolhido pelo partido maioritário, MLSTP-PSD
Foto
Maria do Carmo Trovoada Silveira foi o nome escolhido pelo partido maioritário, MLSTP-PSD DR

O Presidente de São Tomé e Príncipe nomeou a actual governadora do Banco Central do país, Maria do Carmo Trovoada Silveira, para o cargo de primeira-ministra.

Maria do Carmo Trovoada Silveira foi o nome escolhido pelo partido maioritário, o MLSTP-PSD, para suceder a Damião Vaz de Almeida, que se demitiu na semana passada do cargo de primeiro-ministro.

A demissão de Damião Vaz de Almeida, que estava no cargo há apenas oito meses, ocorreu depois de o Presidente Fradique de Menezes ter anunciado que chegara a acordo com o seu homólogo nigeriano sobre o leilão para a atribuição de cinco blocos petrolíferos da zona de exploração conjunta no Golfo da Guiné. Segundo Vaz de Almeida, Fradique de Menezes concedeu a exploração petrolífera a empresas "de duvidosa credibilidade e competência técnica inadequada". O chefe de Estado foi ainda acusado de falta de solidariedade para com o Governo em relação à recente greve de cinco dias dos funcionários públicos.

Carmo Silveira é a quinta pessoa a assumir a liderança do Governo desde que Fradique de Menezes tomou posse como chefe de Estado, em Setembro de 2001.